Quinta de Vilar torna-se o maior operador de Maçã da Beira Alta após aquisição de instalações em Armamar

Com a aquisição das instalações de Armamar, a Sociedade Agrícola Quinta de Vilar assume-se como o maior operador em termos de capacidade de conservação de Maçã da Beira Alta. Um investimento que permite, agora, conservar um total de 12.700 toneladas de maçãs.

Uma expansão que, segundo a Quinta de Vilar, «fortalece ainda mais a sua posição como líder no mercado e vem acelerar o alcance das metas projectadas para 2028 de superar as 20 mil toneladas em conservação de Maçã da Região da Beira Alta».

«Hoje, somos o operador com maior capacidade de conservação de fruta da Beira Alta. A compra das instalações de Armamar fez com que a Quinta de Vilar se tornasse o operador número um em conservação na região da Beira Alta, mas todo o esforço e dedicação para que isto fosse alcançado não começou aqui. O armazém de Travancela foi aumentando a sua capacidade fase a fase, entre 2018 e 2021. Em Maio de 2023 é finalizada a aquisição do armazém de Armamar, que proporcionou à Quinta de Vilar um aumento rápido na escala e acesso a uma localização impar, próxima de parceiros da empresa e do principal centro de produção de maçã da região. Desde 2017 até 2023 a Quinta de Vilar investiu 15 milhões de euros, dos quais cerca de 12 milhões nos armazéns de Travancela e Armamar», refere Henrique Cabral Menezes, gerente e principal accionista da Quinta de Vilar.

A SAQV iniciou a plantação de maçãs ainda na década de 1960, sendo que entre 2005 e 2015 teve o seu “boom” de crescimento na plantação intensiva de pomares. «Foi sempre pioneira no que toca às novas técnicas de produção, sendo reconhecida pelos agricultores da região como uma exploração de excelência. A parceria privilegiada com alguns produtores aumentou nas campanhas recentes. A empresa é reconhecida pelo pagamento justo e atempado a todos os produtores», acrescentam.

Salientam ainda que a SAQV é detentora de todo o capital da empresa Frueat, que tem a marca Fruut, fornecendo fruta para a marca desenvolver os seus snacks de fruta desidratada. Desde 2013 já foram vendidas mais de 25 milhões de embalagens. «Na produção dos snacks Fruut não há qualquer desperdício, sendo a sustentabilidade um dos valores mais importantes para ambas as empresas. No processo produtivo não são adicionados quaisquer químicos ou conservantes e é preservado todo o sabor autêntico da fruta da Quinta de Vilar.»

“Maçã Portuguesa com orgulho” é o mote da Quinta de Vilar que alcançou agora um novo patamar no seu percurso

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Email

Notícias Recentes

José Manuel Fernandes
José Manuel Fernandes é ministro da Agricultura e Pesca do XXIV Governo Constitucional
3b
Santarém recebe III Colóquio sobre o Uso Sustentável dos Pesticidas a 24 de Maio
Alqueva
EDIA disponibiliza Anuário Agrícola de Alqueva de 2023

Notícias relacionadas

José Manuel Fernandes
José Manuel Fernandes é ministro da Agricultura e Pesca do XXIV Governo Constitucional
O até agora eurodeputado José Manuel Ferreira Fernandes é o nome proposto para...
3b
Santarém recebe III Colóquio sobre o Uso Sustentável dos Pesticidas a 24 de Maio
A Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Santarém (ESAS) vai ser...
Alqueva
EDIA disponibiliza Anuário Agrícola de Alqueva de 2023
A Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas de Alqueva (EDIA) disponibilizou...
4a
Grow Field Days promove visitas de campo com foco no microbioma do solo
No âmbito da iniciativa “Grow Field Days”, com o mote “De agricultor para agricultor!”,...