SGS Portugal e SGS Espanha firmam aliança operacional

A SGS, empresa que opera nas áreas de certificação, inspecção, ensaios laboratoriais e formação, anunciou o estabelecimento de uma «aliança operacional» entre a SGS Portugal e a SGS Espanha, uma «união de forças» que visa, entre outras coisas, aumentar a sua capacidade de resposta. Com esta aliança, diz a empresa, a SGS Portugal e a SGS Espanha vão «actuar numa lógica de SGS Ibéria, com o intuito de criar sinergias operacionais para satisfazer as necessidades dos mercados português e espanhol, permitindo à empresa estar mais próxima dos seus clientes e consolidar a sua presença geográfica».

A empresa afirma que as duas filiais da empresa «vão manter as suas respectivas equipas, personalidades jurídicas e nomes comerciais em cada um dos países, criando sinergias de recursos e conhecimentos para oferecer um serviço mais robusto ao mercado». De acordo com a SGS, «os principais objectivos a curto/médio prazo desta aliança passam por aumentar a capacidade de resposta nas áreas onde a SGS opera, criar maiores oportunidades e dar resposta às necessidades dos clientes enquadrados na operação ibérica, bem como desenvolver novas linhas de negócio consolidadas para os desafios apresentados pelo mercado».

«O aumento da rede de escritórios e a equipa única de profissionais permitirão à SGS Portugal e à SGS Espanha identificar antecipadamente as necessidades dos clientes, criar sinergias com empresas do mercado ibérico e oferecer serviços ainda mais inovadores e complementares aos clientes que já trabalham com a SGS», explica um comunicado. «A SGS Portugal e a SGS Espanha estão confiantes no impacto positivo desta aliança operacional para o mercado ibérico, já que poderão contar com um aumento dos recursos disponíveis, maximizando a utilização dos talentos existentes, criando sinergias entre as duas equipas e replicando os serviços existentes em ambos os países. Assim, existirá um aumento do portfólio de serviços existentes e uma aproximação da experiência das equipas, bem como uma maior proximidade com o cliente, que se traduzirá numa resposta mais ágil», assinala a empresa.

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Recentes

posts flf (87)
Frutos Secos
CNCACSA1
Disponibilizadas gravações da conferência sobre alterações climáticas organizada pelo CNCACSA
AgroBiotech1
CAP e P-Bio divulgam relatório do estudo de aplicação de biotecnologia

Notícias relacionadas

posts flf (87)
Frutos Secos
Consulte aqui todos os artigos do Grande Plano de Dezembro dedicado aos Frutos...
CNCACSA1
Disponibilizadas gravações da conferência sobre alterações climáticas organizada pelo CNCACSA
O Centro Nacional de Competências para as Alterações Climáticas do Sector Agroflorestal...
AgroBiotech1
CAP e P-Bio divulgam relatório do estudo de aplicação de biotecnologia
No âmbito do colóquio «AgroBioTech: Uma estratégia para a agrobiotecnologia...
Milho
PDR 2020 com taxa de execução de 87%
O Programa de Desenvolvimento Rural 2014-2020 (PDR 2020) atingiu uma “Taxa de...