Frutalmente em destaque no 15.º episódio d’“A palavra aos frescos”

A Frutalmente, dedicada às culturas de uva de mesa, ameixa, pêssego, nectarina, paraguaio, diospiro, figo, maçã e romã, é a organização de produtores em foco no 15.º episódio da série de reportagens vídeo intitulada “A palavra aos frescos”, disponibilizado recentemente pela Federação Nacional das Organizações de Produtores de Frutas e Hortícolas (FNOP) e que pode visionar aqui. Com sede em Cachueiras, Vila Franca de Xira, a Frutalmente foi criada em 2012, conta actualmente com 23 produtores e uma área de produção de 400 hectares e regista um volume anual de vendas de 5.000 toneladas.

A rubrica “A palavra aos frescos” foi relançada no fim de Agosto de 2022 pela FNOP e é financiada pelo Programa de Desenvolvimento Rural 2014-2020 (PDR 2020), no âmbito do projecto “F&H_Org – Promover e organizar o sector hortofrutícola” da Rede Rural Nacional (na vertente “Observação da agricultura e dos territórios rurais”). Esta iniciativa consiste numa série de reportagens em vídeo sobre organizações de produtores nacionais e os seus produtos, tendo como principal objectivo «mostrar a importância de fazer parte de uma organização de produtores e, desta forma, contribuir para um aumento do grau de organização do sector hortofrutícola em Portugal, aproximando-o o mais possível da média europeia».

Pode visionar aqui os episódios anteriores da série “A palavra aos frescos”. Os vídeos já foram dedicados às organizações de produtores Alensado, O Melro.OP, CPF, Alentejanices com Tomate, Torriba, Frutus, Hortofrutícolas Campelos, Frusoal, PrimoHorta, Frutalgoz, Granfer, Provape, Madrefruta e Frutoeste.

Marca de uva de mesa da Frutalmente recebe prémio “Escolha do Consumidor”

A 10 de Janeiro, a marca de uva de mesa da Frutalmente, “Dona Uva”, recebeu o prémio “Marca n.º 1 na Escolha do Consumidor”, na categoria Uvas, no âmbito da 12.ª edição da competição anual “Escolha do Consumidor”. A iniciativa “Escolha do Consumidor” «avalia o nível de satisfação e aceitabilidade das marcas pelos seus atributos individuais, com a garantia de que estas são avaliadas por consumidores com experiência e de acordo com os seus critérios específicos de satisfação», sendo que, nesta 12.ª edição, para determinar as marcas vencedoras, foram avaliadas mais de 1.400 marcas em mais de 250 categorias, de sectores como “Alimentação”, “Viagens e Lazer”, “Produtos, Equipamentos e Higiene para o Lar”, “Cuidados Pessoais”, “Serviços e Comércio Especializado”, “Produtos e Serviços de Beleza”, “Cuidados Infantis”, “Finanças” ou “Transportes”.

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Email

Notícias Recentes

1
Workshop sobre figo-da-índia em Serpa a 20 de Janeiro
Eduardo Oliveira e Sousa
Eduardo Oliveira e Sousa é candidato principal da AD por Santarém
3a
Programa de compradores internacionais da Lisbon Food Affair tem mais de 30 mercados inscritos

Notícias relacionadas

1
Workshop sobre figo-da-índia em Serpa a 20 de Janeiro
“Valorização e dinamização do figo-da-índia” é o tema de um workshop que se...
Eduardo Oliveira e Sousa
Eduardo Oliveira e Sousa é candidato principal da AD por Santarém
Eduardo Oliveira e Sousa, antigo presidente da Confederação dos Agricultores...
3a
Programa de compradores internacionais da Lisbon Food Affair tem mais de 30 mercados inscritos
Na segunda edição da Lisbon Food Affair, certame que decorre de 4 a 6 de Fevereiro...
posts flf (100)
Como reforçar as culturas e melhorar a sua resistência frente a pragas e doenças
São inúmeros os desafios com que os nossos agricultores se deparam ano após...