AEP com empresas nacionais na maior feira de comércio de retalho

A AEP – Associação Empresarial de Portugal e cinco empresas nacionais do sector do retalho estão na Alemanha a participar, pela primeira vez, entre os dias 26 de Fevereiro e 2 de Março, na feira EuroShop, que acontece de três em três anos e que é considerada a maior do mundo do sector do comércio de retalho, esgotando o recinto da Messe de Dusseldorf.

Há vários anos que a AEP trabalha o mercado alemão, contudo, esta é a primeira participação na EuroShop. Através do projecto BOW – Business on the Way, na Alemanha, a AEP organiza participações nacionais em feiras para os sectores médico e hospitalar, automóvel e construção.

Designada como a maior feira de comércio de retalho, esta é uma excelente oportunidade para as empresas portuguesas que integram a comitiva da AEP mostrarem os seus produtos, descobrirem as últimas novidades e estabelecerem contactos.

«A Alemanha é um dos principais parceiros de Portugal, mas obriga a uma abordagem estruturada e persistente. É um mercado que continua a apresentar oportunidades de negócio em diferentes áreas. Para além disto, não podemos esquecer que a Alemanha tem uma indústria com uma dimensão importante e uma forte dependência das exportações», recorda Luís Miguel Ribeiro, presidente da AEP.

A última edição da EuroShop contou com 2287 expositores de 56 países e 94 mil visitantes oriundos de 142 países.  Este ano, o espaço de exposição conta com áreas como a montagem e design de loja, superfícies e materiais, iluminação, equipamentos de food service, gestão de energia, refrigeração, tecnologia de retalho, marketing de retalho e expo & marketing de eventos.

 

Comitiva nacional na EuroShop 2023:

ARCABOA – Indústria de Frio, SA Fabricação de equipamento não doméstico para refrigeração e ventilação
HYDRACOOLING, Lda Fabricação de equipamento não doméstico para refrigeração e ventilação
LIGHTENJIN II – Indústria de Iluminação, Lda Fabricação de lâmpadas eléctricas e de outro equipamento de iluminação
RDA – Tecnologia em Imagem, Lda Soluções personalizadas em tecnologia da informação
ZØRTHERMAL, Lda Sistemas de refrigeração ligado ao setor alimentar

 

Em 2022, a Alemanha foi o 3º cliente das exportações portuguesas de bens, com uma quota total de 10,9%, ocupando a 2ª posição ao nível das importações (11,2%). Ao longo do período 2017-2022, verificou-se um crescimento médio anual de 7,8% das exportações e de 8,3% das importações de bens. Em 2022, a balança comercial de bens com a Alemanha foi desfavorável a Portugal, tendo apresentado um défice de 3 653 milhões de euros, a que correspondeu uma taxa de cobertura de 70,0%, inferior à média global (71,8%).

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Recentes

CNCACSA1
Disponibilizadas gravações da conferência sobre alterações climáticas organizada pelo CNCACSA
AgroBiotech1
CAP e P-Bio divulgam relatório do estudo de aplicação de biotecnologia
Milho
PDR 2020 com taxa de execução de 87%

Notícias relacionadas

CNCACSA1
Disponibilizadas gravações da conferência sobre alterações climáticas organizada pelo CNCACSA
O Centro Nacional de Competências para as Alterações Climáticas do Sector Agroflorestal...
AgroBiotech1
CAP e P-Bio divulgam relatório do estudo de aplicação de biotecnologia
No âmbito do colóquio «AgroBioTech: Uma estratégia para a agrobiotecnologia...
Milho
PDR 2020 com taxa de execução de 87%
O Programa de Desenvolvimento Rural 2014-2020 (PDR 2020) atingiu uma “Taxa de...
Tractor
Apoio pelo aumento do preço dos combustíveis com candidaturas até 29 de Janeiro
Está aberto até 29 de Janeiro de 2024 o período de apresentação de candidaturas...