Protecção das plantas em foco em Santarém

A protecção das plantas é o mote para três eventos que decorrem em simultâneo nos dias 26 e 27 de Outubro deste ano. Assim, a Escola Superior Agrária de Santarém vai receber o II Simpósio SCAP de Protecção das Plantas, o VIII Congresso da Sociedade Portuguesa de Fitopatologia e o XI Encontro Nacional de Protecção Integrada.

O mega-evento dedicado à protecção das plantas é organizado pela Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal (SCAP), pela Sociedade Portuguesa de Fitopatologia (SPF), pelo Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional (Cothn) e pela Escola Superior Agrária de Santarém. Este encontro interdisciplinar tem como público-alvo «investigadores, técnicos, produtores, industriais do sector, jovens estudantes e todos os que se interessam pela área da protecção das plantas».

A organização pretende que seja «um local privilegiado para reflectir e discutir medidas que conciliem o aumento da produção sustentável, agrícola e florestal, com os desafios que se avizinham». «É nossa convicção de que o caminho se fará numa base conjunta de discussão de ideias que possibilitem o aumento sustentável da produção agrícola e florestal, com redução do uso de pesticidas, contribuindo para a competitividade da economia, a conservação dos recursos e a segurança dos produtos agrícolas e florestais.»

A propósito desta temática, a organização salienta que «a Europa tem vindo a adoptar legislação rigorosa no que respeita ao registo e uso de pesticidas, abrindo caminho para a necessidade de desenvolver novos sistemas de protecção de culturas menos dependentes da luta química, assentes na Protecção Integrada e na agricultura biológica». «Acresce que a protecção das plantas na Europa em 2030-2050 será ainda mais exigente, num quadro de alterações climáticas, de crescimento demográfico, de crise energética e de muitos outros desafios sociais. A necessidade de produzir de forma sustentável mais e melhores alimentos e fibras, com redução de inputs e de desperdício, num cenário de globalização e de muito provável aumento da incidência dos inimigos das culturas, coloca desafios que exigem um investimento crescente no conhecimento, tecnologia e inovação».

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Recentes

Sogrape Sustentabilidade
Sogrape certificada pelo Referencial Nacional de Sustentabilidade do Sector Vitivinícola
posts flf (87)
Frutos Secos
CNCACSA1
Disponibilizadas gravações da conferência sobre alterações climáticas organizada pelo CNCACSA

Notícias relacionadas

Sogrape Sustentabilidade
Sogrape certificada pelo Referencial Nacional de Sustentabilidade do Sector Vitivinícola
A empresa portuguesa de vinhos Sogrape obteve a certificação pelo “Referencial...
posts flf (87)
Frutos Secos
Consulte aqui todos os artigos do Grande Plano de Dezembro dedicado aos Frutos...
CNCACSA1
Disponibilizadas gravações da conferência sobre alterações climáticas organizada pelo CNCACSA
O Centro Nacional de Competências para as Alterações Climáticas do Sector Agroflorestal...
AgroBiotech1
CAP e P-Bio divulgam relatório do estudo de aplicação de biotecnologia
No âmbito do colóquio «AgroBioTech: Uma estratégia para a agrobiotecnologia...