Programa de compradores internacionais da Lisbon Food Affair tem mais de 30 mercados inscritos

Na segunda edição da Lisbon Food Affair, certame que decorre de 4 a 6 de Fevereiro na FIL – Feira Internacional de Lisboa, o programa de Hosted Buyers e de compradores internacionais conta já com mais de 30 mercados emissores internacionais inscritos. Segundo um comunicado da Fundação AIP, organizadora deste evento destinado exclusivamente a profissionais do sector, os compradores provêm dos seguintes mercados: Alemanha, Angola, Arábia Saudita, Argentina, Bahrain, Bélgica, Brasil, Canadá, China (incluindo especificamente compradores de Hong-Kong), Chipre, Colômbia, Emirados Árabes Unidos, Espanha, Estados Unidos da América, Equador, França, Grécia, Índia, Irlanda, Itália, Lituânia, Marrocos, México, Omã, Países Baixos, Polónia, Reino Unido, Roménia, Tunísia, Turquia, Uruguai.

A organização realça que «a internacionalização é um dos eixos estratégicos da Lisbon Food Affair» e que este eixo é «materializado» no certame através do programa de Hosted Buyers e de compradores internacionais, «essencial para as empresas que pretendam entrar em novas geografias e mercados». «Este posicionamento vai ao encontro das orientações estratégicas definidas para todo o sector e para a economia portuguesa. A Lisbon Food Affair tem como objectivo posicionar-se como a plataforma de negócios entre os quatro continentes, razão pela qual mantém como prioritário a organização do programa de compradores internacionais e aposta na sua privilegiada condição como marketplace natural para o comércio alimentar com os países de influência portuguesa – Brasil, Angola, Cabo Verde, Moçambique –, totalizando mais de 300 milhões de potenciais consumidores», refere a Fundação AIP.

Nos dias 4 e 5 de Fevereiro, o certame tem lugar das 10h00 às 19h00. No dia 6 de Fevereiro, a Lisbon Food Affair funciona das 10h00 às 18h00.

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Email

Notícias Recentes

posts flf - 2024-01-17T172726
Tecniferti e Rhizolab estudam fertilização inovadora para tomate de indústria
IMG_0347
Eduardo Oliveira e Sousa é candidato principal da AD por Santarém
1
Workshop sobre figo-da-índia em Serpa a 20 de Janeiro

Notícias relacionadas

posts flf - 2024-01-17T172726
Tecniferti e Rhizolab estudam fertilização inovadora para tomate de indústria
O Rhizolab, Laboratório de Rizobactérias da Universidade de Aveiro, e a Tecniferti,...
IMG_0347
Eduardo Oliveira e Sousa é candidato principal da AD por Santarém
Eduardo Oliveira e Sousa, antigo presidente da Confederação dos Agricultores...
1
Workshop sobre figo-da-índia em Serpa a 20 de Janeiro
“Valorização e dinamização do figo-da-índia” é o tema de um workshop que se...
posts flf (100)
Como reforçar as culturas e melhorar a sua resistência frente a pragas e doenças
São inúmeros os desafios com que os nossos agricultores se deparam ano após...