PDR 2020 atingiu 76% de execução em Novembro de 2022

No fim de Novembro de 2022, o Programa de Desenvolvimento Rural 2014-2020 (PDR 2020) registava um montante de 4,388 mil milhões de euros de apoio pago aos seus beneficiários. Segundo Rita Barradas, gestora do PDR 2020, este valor «correspondendo a uma taxa de execução de 76% (77% FEADER), posicionando o Programa acima da média da União Europeia (67% FEADER) na execução financeira do Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural».

Numa nota divulgada a 29 de Dezembro, Rita Barradas recordou que, «em 2021, o PDR 2020 cresceu mais dois anos, em recursos financeiros no montante de 1,442 mil milhões de euros [um reforço resultante das verbas da transição e do Next Generation] e em tempo, passando a dotação do Programa para 5,776 mil milhões de euros e a sua execução prorrogada para o final de 2025». A gestora do PDR 2020 referiu que o montante executado (4,388 mil milhões de euros), «não obstante inclua a execução de projectos aprovados com dotações dos referidos reforços, já supera a dotação inicial do Programa para o período 2014-2020 (4,334 mil milhões de euros), cuja execução só terminaria em Dezembro de 2023».

Também sublinhou que, «no que respeita à dotação Next Generation, a executar igualmente até final de 2025, a taxa de execução é de 46%, correspondendo a 142 milhões de euros de apoio do PDR 2020 pagos aos beneficiários». «Nestes dois anos, que coincidiram com os anos da pandemia e da guerra, em que se instalou uma elevada incerteza para quem investe, a Autoridade de Gestão, com o reforço das verbas da transição e do Next Generation, abriu mais de 440 concursos, pelo Secretariado Técnico e pelos GAL, com uma dotação disponibilizada superior a 1.000 milhões de euros, tendo aprovado mais de 11.000 projectos de investimento», destacou Rita Barradas.

A nota realça ainda que, «com as candidaturas que se encontram em análise e com as que estão a ser submetidas nos anúncios actualmente abertos e nos anúncios a abrir, o Programa ficará numa situação de overbooking tecnicamente adequado face ao histórico de libertação de verbas verificado». A concluir, Rita Barradas afirma que «a utilização integral e em tempo útil destes recursos constituiu o principal objectivo desta Autoridade de Gestão neste período» e que se seguem «três anos de execução, para pagar aos beneficiários o restante envelope financeiro atribuído ao PDR 2020», acrescentando que este «desafio» só é possível «com a determinação de que o sector tem dado provas e com o empenhamento que tem sido evidenciado» por beneficiários, Direcções Regionais de Agricultura, IFAP, GAL e Autoridade de Gestão».

Pode consultar os dados da execução do PDR 2020 aqui.

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Recentes

posts flf (87)
Frutos Secos
CNCACSA1
Disponibilizadas gravações da conferência sobre alterações climáticas organizada pelo CNCACSA
AgroBiotech1
CAP e P-Bio divulgam relatório do estudo de aplicação de biotecnologia

Notícias relacionadas

posts flf (87)
Frutos Secos
Consulte aqui todos os artigos do Grande Plano de Dezembro dedicado aos Frutos...
CNCACSA1
Disponibilizadas gravações da conferência sobre alterações climáticas organizada pelo CNCACSA
O Centro Nacional de Competências para as Alterações Climáticas do Sector Agroflorestal...
AgroBiotech1
CAP e P-Bio divulgam relatório do estudo de aplicação de biotecnologia
No âmbito do colóquio «AgroBioTech: Uma estratégia para a agrobiotecnologia...
Milho
PDR 2020 com taxa de execução de 87%
O Programa de Desenvolvimento Rural 2014-2020 (PDR 2020) atingiu uma “Taxa de...