Net4food: a rede de excelência alimentar na Euro Região Galiza – Norte de Portugal

A apresentação pública do Net4food decorreu a 30 de Novembro, em Ourense. Trata-se de um projecto de colaboração internacional que visa estabelecer uma rede de excelência alimentar na Euro Região Galiza – Norte de Portugal, promovendo a inovação e sustentabilidade no sector.

Além disso, a rede está alinhada com a criação do Iberian FoodTec Lab, um laboratório de referência internacional no sector agroalimentar na União Europeia.

Esta iniciativa é financiada pelo Interreg POCTEP, e será implementada por um consórcio, liderado pelo Instituto Politécnico de Bragança (IPB), que reúne diversas entidades: Cluster Alimentar Galego, Universidade de Vigo (UVigo), International Iberian Nanotechnology Laboratory, PortugalFoods e os laboratórios colaborativos MORE – Laboratório Colaborativo Montanhas de Investigação e AquaValor CoLAB.

Principais objectivos e linhas de actuação

Os objectivos do Net4food incluem fortalecer a capacidade científica e inovadora no sector da alimentação, alinhar desafios de investigação com uma Agenda de Inovação e Investigação e promover a transferência de conhecimento para o mercado através de Bancos de Inovação Aberta e Bancos de Boas Práticas, entre outros.

Para atingir o seu objectivo, o consórcio do projecto irá realizar diversas actividades, como analisar e sistematizar o conhecimento inovador, facilitar a interconexão entre os agentes de Investigação, Desenvolvimento e Inovação do sector agroalimentar e impulsionar a interacção entre o ecossistema investigador e empresarial.

Apresentação do projecto

No dia de arranque do projecto, depois da recepção institucional, com Orlando Rodrigues, presidente do IPB; Manuel Joaquín Reigosa, reitor da UVigo; e Isabel Ferreira, secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, os parceiros do consórcio Net4food explicaram detalhadamente os objectivos e actividades previstas para a execução do projecto.

De seguida, o evento incluiu uma mesa-redonda que permitiu abordar tendências sustentáveis na indústria alimentar, como os ingredientes naturais ou a tecnologia alimentar e o seu impacto na saúde.

Na mesa-redonda participaram representantes das empresas Landratech, Pão de Gimonde, O Rexo e Viña Costeira, juntamente com investigadores do INL, da UVigo e do laboratório colaborativo MORE.

Para terminar, os participantes deste encontro visitaram ainda as instalações do novo espaço dedicado ao sector agroalimentar da UVigo, no Campus de Ourense, e tiveram a oportunidade de explorar oportunidades de colaboração.

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Email

Notícias Recentes

Agenda1
CNCACSA apresenta Agenda de Investigação e Inovação
IMG_1923a
Evento Inovagro Jovem a 21 de Dezembro em Castro Verde
posts flf (77)
Situação Atual

Notícias relacionadas

Agenda1
CNCACSA apresenta Agenda de Investigação e Inovação
O Centro Nacional de Competências para as Alterações Climáticas do Sector Agroflorestal...
IMG_1923a
Evento Inovagro Jovem a 21 de Dezembro em Castro Verde
Decorre na manhã do dia 21 de Dezembro, em Castro Verde, o evento “Inovagro...
posts flf (77)
Situação Atual
Desde que a Plastdiversity Lda, empresa ligada ao setor plástico decidiu apostar...
nuncio
Regantes apresentam soluções para a escassez de água no Algarve
As XIV Jornadas Fenareg – Encontro do Regadio 2023 decorreram em Alcantarilha,...