Valorfito entrega os prémios de 2015

No ano em que celebra uma década de existência, o Valorfito, sistema responsável pela retoma de embalagens vazias de produtos fitofarmacêuticos em Portugal, atribuiu no dia 11 de Março, numa cerimónia em Cascais, os Prémios Valorfito 2015. O principal objectivo destes prémios é o reconhecimento público pela colaboração dos pontos de retoma na actividade do Valorfito.

Nos prémios regionais, foram galardoadas as seguintes empresas:

Messinagro (Prémio Quantidade / Algarve e Ilhas)

Marreiros (Prémio Crescimento / Algarve e Ilhas)

Protejagro (Prémio Quantidade / Alentejo)

Cooperativa Agrícola de Beja e Brinches (Prémio Crescimento / Alentejo)

Borrego Leonor e Irmão (Prémio Quantidade / Ribatejo)

Orivárzea (Prémio Crescimento / Ribatejo)

Neovale (Prémio Quantidade / Oeste)

Cooperativa Agrícola de Peniche (Prémio Crescimento / Oeste)

Mário Teixeira da Silva (Prémio Quantidade / Interior Norte)

Zona Agro (Prémio Crescimento / Interior Norte)

Casa Agrícola J. Oliveira & Domingues (Prémio Quantidade / Litoral Norte)

Cooperativa Agrícola do Bebedouro (Prémio Crescimento / Litoral Norte)

O Prémio Nacional Cooperativa foi atribuído à Cooperativa Agrícola de Beja e Brinches.

Foi ainda entregue o Prémio Nacional Missão Impossível, uma nova categoria, de «carácter extraordinário, cujos critérios e particularidades serão adaptados aos objectivos especificamente estabelecidos, em cada edição». O vencedor foi a Zona Agro.

Contando com cerca de 80 pontos de retoma nomeados, esta foi a quarta edição dos Prémios Valorfito. Por cada vencedor é doada uma quantia específica a uma instituição de solidariedade social seleccionada pelo mesmo. Assim, desde 2012 o Valorfito já atribuiu um total de 57 prémios e de 17.000 euros a instituições de solidariedade. O Valorfito também criou a Bolsa de Estudo Valorfito Armando Murta, tendo já patrocinado dez bolsas de estudo, no valor de 25.000 euros.

Ao entrar nos dez anos de actividade, o Valorfito já recolheu em Portugal 2.336 toneladas de embalagens vazias de produtos fitofarmacêuticos e atingiu um total de 840 pontos de retoma. «Conseguimos ter um resultado que nos orgulha», afirmou António Lopes Dias, presidente do Valorfito, na cerimónia, referindo ainda que «isto é resultado de uma mudança de atitude» dos agricultores. Foram dez anos «centrados na dinâmica e na inovação» e o resultado é «um grande êxito», que não teria sido possível «sem o apoio, trabalho e colaboração dos pontos de retoma e dos agricultores».

No evento foram ainda divulgados os resultados de um questionário efectuado aos pontos de retoma no fim de 2015. As respostas indicam que a maioria considera positiva a Extranet Valorfito, o apoio do Valorfito e os levantamentos (neste ponto haverá melhorias a fazer). Quanto ao destino das embalagens não entregues, as respostas indicam que 44% são entregues noutro estabelecimento, 31% são queimadas, 23% são deitadas no lixo e 2% são enterradas. Os inquiridos também consideram que o Valorfito deve ser responsável por outros resíduos da agricultura, nomeadamente embalagens de adubos, correctivos e outros.

O Valorfito indica que os seus desafios futuros «passam por duplicar a taxa de retoma nacional para 60%, até 2017, e integrar na sua actividade a retoma das embalagens vazias de sementes e biocidas, alargamento para o qual aguarda licenciamento por parte da Agência Portuguesa do Ambiente».

 

Notícias relacionadas:

Valorfito aumenta retoma de embalagens vazias de fitofármacos

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Recentes

Portugal Fresh
Portugal Fresh elege órgãos sociais para o triénio 2024-2026
Pimento
Ministério realizou pagamentos de 1,4 mil milhões de euros aos sectores agroflorestal e das pescas em 2023
2
Apresentação de resultados do ensaio de rega gota-a-gota em arroz a 12 de Janeiro

Notícias relacionadas

Portugal Fresh
Portugal Fresh elege órgãos sociais para o triénio 2024-2026
A Portugal Fresh – Associação para a Promoção das Frutas, Legumes e Flores de...
Pimento
Ministério realizou pagamentos de 1,4 mil milhões de euros aos sectores agroflorestal e das pescas em 2023
Em 2023, os pagamentos aos sectores agroflorestal e das pescas efectuados pelo...
2
Apresentação de resultados do ensaio de rega gota-a-gota em arroz a 12 de Janeiro
A 12 de Janeiro, em Salvaterra de Magos, terá lugar a apresentação dos resultados...
Sogrape Sustentabilidade
Sogrape certificada pelo Referencial Nacional de Sustentabilidade do Sector Vitivinícola
A empresa portuguesa de vinhos Sogrape obteve a certificação pelo “Referencial...