FAO visita a Olivum para conhecer o sector do Azeite em Portugal

A Olivum – Associação de Olivicultores e Lagares de Portugal -, recebeu, em Beja, uma delegação da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), bem como representantes do Banco Europeu para a Reconstrução e o Desenvolvimento (EBRD) e do sector olivícola marroquino, para apresentar e aprofundar a olivicultura do Alentejo.

Autor de um trabalho ímpar no desenvolvimento e valorização do azeite, e uma das principais associações a nível nacional, a Olivum deu a conhecer não só as suas melhores práticas de sustentabilidade, como o Programa de Sustentabilidade de Azeite do Alentejo (PSAA), um projecto pioneiro a nível internacional.

«Portugal está entre os maiores produtores olivícolas do mundo e é nossa missão continuar a fazer crescer o sector, através das melhores práticas. O PSAA é a prova que há ainda um caminho a percorrer e que cada entidade ou produtor é parte integrante neste projecto que é já um case study. Receber a FAO e a EBRD é para nós motivo de grande orgulho, e reflecte o interesse destes importantes decisores no trabalho que temos vindo a desenvolver», afirma Gonçalo Moreira, coordenador do PSAA.

De acordo com Emmanuel Hidier, Sénior Economist da FAO, «o esforço da Olivum para desenvolver a certificação de um referencial completo de boas práticas de sustentabilidade para o sector do azeite é algo muito inovador e disruptivo. Algumas dimensões deste projecto são particularmente interessantes para Marrocos,  como por exemplo os aspectos relacionados com a eficiência do uso da água e a gestão dos subprodutos. Com o nosso parceiro, o Banco Europeu para a Reconstrução e Desenvolvimento, a FAO tem vindo a apoiar o desenvolvimento sustentável do sector do azeite na Jordânia, em Marrocos, na Tunísia, na Cisjordânia e na Faixa de Gaza, e a experiência de Portugal é verdadeiramente inspiradora para todos os países mediterrâneos».

Importa referir que, no final de Junho, dar-se-á por terminada a primeira fase do PSAA, durante a qual foi criada uma plataforma de autoavaliação que permite ao produtor avaliar e garantir a sustentabilidade da sua produção. Será apresentada, no próximo dia 27 de Junho, a segunda fase do Programa, que tem como objectivo utilizar e colocar estas ferramentas em prática, em contexto real, nos olivais e lagares.

O PSAA visa consolidar e optimizar o desempenho do sector olivícola, que se encontra em pleno crescimento, reforçando o seu papel no ambiente, na economia, na sociedade e na cultura da região do Alentejo e de Portugal.

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Email

Notícias Recentes

Agenda1
CNCACSA apresenta Agenda de Investigação e Inovação
IMG_1923a
Evento Inovagro Jovem a 21 de Dezembro em Castro Verde
posts flf (77)
Situação Atual

Notícias relacionadas

Agenda1
CNCACSA apresenta Agenda de Investigação e Inovação
O Centro Nacional de Competências para as Alterações Climáticas do Sector Agroflorestal...
IMG_1923a
Evento Inovagro Jovem a 21 de Dezembro em Castro Verde
Decorre na manhã do dia 21 de Dezembro, em Castro Verde, o evento “Inovagro...
posts flf (77)
Situação Atual
Desde que a Plastdiversity Lda, empresa ligada ao setor plástico decidiu apostar...
nuncio
Regantes apresentam soluções para a escassez de água no Algarve
As XIV Jornadas Fenareg – Encontro do Regadio 2023 decorreram em Alcantarilha,...