Novos produtos funcionais com ginja de Óbidos

O potencial antioxidante da ginja de Óbidos não se restringe apenas ao fruto (usado na produção da Ginjinha): encontra-se, também, nos seus subprodutos, em especial nas folhas e nos caules. Este é um dos resultados do projecto “Vale Inovação – Desenvolvimento de novos produtos alimentares com base em extractos/produtos de ginja”, promovido pela Frutóbidos e desenvolvido pela Escola Superior de Biotecnologia, da Universidade Católica do Porto, que revela como valorizar a ginja e os seus subprodutos.

O projecto demonstrou as melhores condições e o potencial para a conservação da ginja de Óbidos congelada e seca, como alternativa de preservação deste fruto, altamente perecível. Permitiu, ainda, descobrir que este pode ser usado para formulação de várias receitas gastronómicas, permitindo o acesso a ginja de Óbidos fora do período curto de produção. Assim, foi possível desenvolver uma linha completa de novas receitas gastronómicas (com a colaboração do especialista em novas soluções gastronómicas de alto valor, Victor Nunes, foram desenvolvidas duas formulações de doces de ginja e duas de bolacha, ginja cristalizada e gomas de ginja, completamente validados e prontos para lançamento no mercado) e produtos alimentares com base em ginja e com elevado potencial funcional.

Na linha de produtos funcionais, as propriedades funcionais e nutricionais – salvaguardadas na formulação – foram caracterizadas e validadas pela Escola Superior de Biotecnologia da Católica Porto. Os pedúnculos da ginja foram, também, combinados numa formulação de infusão com grande potencial sensorial e com elevadas propriedades antioxidantes validadas.

Esta investigação foi desenvolvida ao abrigo do Sistema de Incentivos Qualificação PME, Vale Inovação, financiado pelo Programa Operacional Regional do Centro.

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Recentes

Portugal Fresh
Portugal Fresh elege órgãos sociais para o triénio 2024-2026
Pimento
Ministério realizou pagamentos de 1,4 mil milhões de euros aos sectores agroflorestal e das pescas em 2023
2
Apresentação de resultados do ensaio de rega gota-a-gota em arroz a 12 de Janeiro

Notícias relacionadas

Portugal Fresh
Portugal Fresh elege órgãos sociais para o triénio 2024-2026
A Portugal Fresh – Associação para a Promoção das Frutas, Legumes e Flores de...
Pimento
Ministério realizou pagamentos de 1,4 mil milhões de euros aos sectores agroflorestal e das pescas em 2023
Em 2023, os pagamentos aos sectores agroflorestal e das pescas efectuados pelo...
2
Apresentação de resultados do ensaio de rega gota-a-gota em arroz a 12 de Janeiro
A 12 de Janeiro, em Salvaterra de Magos, terá lugar a apresentação dos resultados...
Sogrape Sustentabilidade
Sogrape certificada pelo Referencial Nacional de Sustentabilidade do Sector Vitivinícola
A empresa portuguesa de vinhos Sogrape obteve a certificação pelo “Referencial...