Estudo revela nova forma de combater o escaravelho-da-batata

Cientistas do instituto Max-Planck, na Alemanha, provaram através do estudo “Protecção total da plantação contra uma praga através da introdução de ARN longo de cadeia dupla em plastídios” que, introduzindo o ARN (ácido ribonucleico) do escaravelho-da-batata (Leptinotarsa decemlineata) nas plantas da batateira, os genes do insecto “desligam”, provocando a sua morte.

A equipa escolheu os cloroplastos, que se localizam nas folhas da planta, para introduzir o ARN dos escaravelhos. Os resultados foram verificados ao fim de poucos dias. O ARN nas plantas reage contra o gene β-actin tornando-se letal para larvas e adultos.

No estudo em questão, publicado na revista Science no final do mês de Fevereiro de 2015, os cientistas explicam que, ao fim de três dias, os adultos pararam de se alimentar das plantas. Ao fim de quatro, as larvas estavam mortas.

O escaravelho-da-batata é considerado uma superpraga internacional e desenvolveu, ao longo do tempo, resistência a grande parte dos insecticidas disponíveis. Pode, em ataques mais intensos, destruir plantações inteiras, afectando a quantidade e qualidade do produto final. Os cientistas explicam que esta abordagem permite «proteger as plantas sem recorrer a químicos e sem sintetizar proteínas nas plantas».

O insecto está presente em todo o território de Portugal continental. Cláudia Sá, directora de Serviços de Sanidade Vegetal da Direcção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV), explicou à Frutas, Legumes e Flores que o escaravelho-da-batata é uma «cultura de qualidade», pelo que não existe legislação específica para o seu controlo. Cabe ao produtor fazê-lo.

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Recentes

Portugal Fresh
Portugal Fresh elege órgãos sociais para o triénio 2024-2026
Pimento
Ministério realizou pagamentos de 1,4 mil milhões de euros aos sectores agroflorestal e das pescas em 2023
2
Apresentação de resultados do ensaio de rega gota-a-gota em arroz a 12 de Janeiro

Notícias relacionadas

Portugal Fresh
Portugal Fresh elege órgãos sociais para o triénio 2024-2026
A Portugal Fresh – Associação para a Promoção das Frutas, Legumes e Flores de...
Pimento
Ministério realizou pagamentos de 1,4 mil milhões de euros aos sectores agroflorestal e das pescas em 2023
Em 2023, os pagamentos aos sectores agroflorestal e das pescas efectuados pelo...
2
Apresentação de resultados do ensaio de rega gota-a-gota em arroz a 12 de Janeiro
A 12 de Janeiro, em Salvaterra de Magos, terá lugar a apresentação dos resultados...
Sogrape Sustentabilidade
Sogrape certificada pelo Referencial Nacional de Sustentabilidade do Sector Vitivinícola
A empresa portuguesa de vinhos Sogrape obteve a certificação pelo “Referencial...