UTAD junta-se à Aliança Internacional para os Carvalhos

A Universidade de Trás-Os-Montes e Alto Douro (UTAD) é a única universidade portuguesa a integrar a Aliança Internacional para os Carvalhos, um projecto a partir da California Wildlife Foundation dedicado à conservação e perpetuação dos bosques de carvalhos nativos da Califórnia.

Vão ser desenvolvidas actividades de investigação, de desenvolvimento e de divulgação acerca dos ecossistemas de carvalhos.

«No California Oaks, vamos trabalhar várias questões relacionadas com os carvalhos, nomeadamente o seu contributo crítico em aspetos como o habitat da vida selvagem, a protecção, a conservação da água, o papel privilegiado no armazenamento de carbono, a saúde e a qualidade de vida das comunidades humanas», explica o docente da UTAD, João Paulo Carvalho.

A UTAD tem sido pioneira nos estudos sobre o ecossistema carvalhal e os carvalhos. Desde 1990, que têm sido desenvolvidos diversos projectos com várias instituições e organizações, nacionais e internacionais.

«Destaca-se a colaboração com Espanha (através da Consejeria de Medio Ambiente da Província de Castilla-León) em matérias relacionadas com as utilizações e as formas de gestão destes ecossistemas e, mais recentemente, com instituições públicas do sector florestal e ambiental em França, República Checa e Eslovénia, em aspetos relacionados com a promoção de elementos de conservação biológica em florestas de carvalho e sua relação com usos multifuncionais», esclarece.

Para o outro lado do Atlântico, a UTAD tem colaborado em abordagens de regeneração dos carvalhais e com o Forest Service (USDA) na apreciação de elementos edáficos, de protecção e silvicultura.

João Paulo Carvalho, também perito da estratégia Europeia para a Biodiversidade, alerta para o facto de alguns ecossistemas de carvalho estarem a sofrer uma regressão e degradação do seu habitat.

«Esta situação constitui um alerta para a tomada de decisões de acção política e social, não só para minimizar os efeitos da degradação do meio ambiente, como também para proceder à sua restauração e valorização, de modo a assegurar condições ambientais benéficas e a melhoria do bem-estar e da qualidade de vida das comunidades humanas.»

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Recentes

1c
Orçamento propõe aumento de 1,9% na despesa total consolidada para Agricultura e Alimentação
image003
Batata Princesa Amandine lança nova variedade de Batatas Cozidas a Vapor com Ervas Provençais
unnamed (18)
AESE apresenta livro sobre "Criar (mais) valor na Vinha e no Vinho"

Notícias relacionadas

1c
Orçamento propõe aumento de 1,9% na despesa total consolidada para Agricultura e Alimentação
Na proposta de Orçamento do Estado para 2024, que o XXIII Governo Constitucional...
image003
Batata Princesa Amandine lança nova variedade de Batatas Cozidas a Vapor com Ervas Provençais
A Batata Princesa Amandine apresenta a sua mais recente novidade as “Batatas...
unnamed (18)
AESE apresenta livro sobre "Criar (mais) valor na Vinha e no Vinho"
A AESE Business School apresenta o livro “Criar (mais) valor na vinha e no vinho:...
IMG_5068-1024x768
Dia da DGAV celebrado a 2 de Outubro
A 2 de Outubro, a Direcção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) realizou...