Projecto B-Rural lança concurso de ideias para estudantes universitários

O projecto B-Rural lançou aos estudantes universitários um convite para «desenvolver uma proposta ou acção que vise a promoção e reconhecimento da agricultura e da floresta junto da comunidade urbana». No “Desafio Universitário Multidisciplinar B-Rural”, pretende-se que os estudantes criem «uma proposta com aplicabilidade e viabilidade real, que vise a promoção e reconhecimento dos sectores».

Segundo os promotores da iniciativa, os estudantes universitários deverão estar reunidos em «grupos de duas a quatro pessoas», «cada projecto deverá ser desenvolvido dentro da área de formação do grupo» e «podem participar estudantes universitários não vinculados às áreas agrícola ou florestal» – regra que «pretende tornar o tema mais abrangente». A inscrição neste concurso de ideias pode ser efectuada até 10 de Junho, aqui, sendo que nessa página também pode obter mais informações sobre este desafio.

O prémio para o projecto vencedor será «uma viagem às principais instituições europeias em Bruxelas relacionadas com o sector». O B-Rural afirma que esta iniciativa «desafia os estudantes universitários a serem embaixadores de uma mudança positiva» e convida-os «a darem as mãos para moldar o futuro da agricultura e da silvicultura».

Lançado em Setembro de 2023, o projecto B-Rural é cofinanciado pela Comissão Europeia e promovido pela consultora Consulai, visando «fortalecer a presença das zonas rurais na agenda pública, tornando-a contextualizada e proactiva, e corrigindo percepções erradas». Esta iniciativa pretende «sensibilizar, informar e esclarecer a opinião pública, incluindo agentes do sector agrícola e florestal, jornalistas e líderes de opinião, academia e decisores», com o objectivo de «mostrar a nova realidade da agricultura e da floresta em Portugal, evidenciando a transformação do sector e o investimento que tem vindo a ser realizado em processos, técnicas e sistemas de produção cada vez mais sustentáveis e resilientes».

«A agricultura e a floresta têm sido influenciadas pelo crescimento da população, por variações de padrões de consumo, pela alteração de condições naturais e pela escassa disponibilidade de recursos. No entanto, apesar da influência de factores externos cada vez mais incertos e difíceis de prever, a agricultura e a floresta têm evoluído, assegurando estabilidade ao nível da coesão territorial e do abastecimento de alimentos e matérias-primas», referem os promotores do projecto. Assim, esta iniciativa pretende «valorizar a agricultura e a floresta, enquanto actividades que evoluem para assegurar estabilidade», e, para tal, o B-Rural promove diversas actividades, «não apenas para dar a conhecer a evolução da agricultura e da floresta, mas também para destacar a sua importância singular».

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Email

Notícias Recentes

2a
Conferência a 14 de Junho em Melgaço aborda perspectivas para o Alto Minho
1a
Prazo para submeter candidaturas ao Pedido Único prolongado até 21 de Junho
3a
Projecto B-Rural lança concurso de ideias para estudantes universitários

Notícias relacionadas

2a
Conferência a 14 de Junho em Melgaço aborda perspectivas para o Alto Minho
Durante o dia 14 de Junho, a partir das 9h30, as Termas do Peso, em Melgaço,...
1a
Prazo para submeter candidaturas ao Pedido Único prolongado até 21 de Junho
O Ministério da Agricultura e Pescas prolongou o prazo de submissão de candidaturas...
cerejas
Moimenta da Beira acolhe a 7 de Junho evento sobre a inovação no sector frutícola
Durante a manhã do dia 7 de Junho, a partir das 10h00, o Auditório das Caves...
fondo-vinedo
Webinar ibérico a 19 de Junho sobre inovação no sector vitivinícola
No dia 19 de Junho, a partir das 14h30, tem lugar o “Webinar Ibérico: O conhecimento...