Produção de castanha afetada por fungo

A quebra de produção de castanha que este ano atingiu principalmente a serra da Padrela, distrito de Vila Real, foi provocada pela septoriose do castanheiro, um fungo que encontrou no verão ameno as condições ideais de desenvolvimento.

É na Denominação de Origem Protegida (DOP) da Padrela, que se estende pelos concelhos de Valpaços, Vila Pouca de Aguiar, Murça e Chaves, que se contabilizam mais estragos, mas a situação arrasta-se às outras DOP da região, desde os soutos da Lapa à Terra Fria.

«Ainda não temos dados concretos para quantificar as perdas de produção, mas as estimativas apontam para, na região da Padrela, um prejuízo médio superior a 50%. Os prejuízos variam muito à medida que se sobe em altitude, que vão sendo maiores», afirmou à Lusa Maria Manuel Mesquita, da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Norte (DRAPN).

O fungo atinge a folha do castanheiro, que fica acastanhada e com rebordo amarelo, originando a sua queda antecipada. O mesmo fungo atacou também o pedúnculo do ouriço, provocando a sua queda precoce.

«A castanha não se chega a formar e a ocorrência do prejuízo. Há uma queda precoce devido ao apodrecimento do pedúnculo do ouriço e não se chega a formar o fruto», explicou.

A mesma responsável referiu que o fungo atacou com maior severidade as zonas mais altas, frias e húmidas, e também castas como a judia, a variedade que predomina na Padrela e possui pouca resistência à septoriose.

Espalhados pela DOP da Padrela existem à volta de 5.500 hectares de souto, cuja produção média ronda os 800 quilos por hectare.

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Recentes

FLF 250_Publirreportagem_Fitosistema
Soluções Fitosistema para as principais pragas da vinha e das fruteiras
2a
Entrega dos prémios Alqueva Sustentável 2023 a 2 de Maio na Ovibeja
FLF 239_fileira_morango
Agrogarante apresenta análise sectorial sobre morango

Notícias relacionadas

FLF 250_Publirreportagem_Fitosistema
Soluções Fitosistema para as principais pragas da vinha e das fruteiras
A FITOSISTEMA é, desde 2019, parceira da empresa italiana BIOGARD, a referência...
2a
Entrega dos prémios Alqueva Sustentável 2023 a 2 de Maio na Ovibeja
No dia 2 de Maio, tem lugar em Beja a entrega dos prémios Alqueva Sustentável...
FLF 239_fileira_morango
Agrogarante apresenta análise sectorial sobre morango
O sub-sector do morango constitui o tema do mais recente documento de análise...
plásticos
Lourinhã recebe acção de formação sobre economia circular e plásticos agrícolas
Nos dias 9, 10 e 11 de Abril, o auditório da Câmara Municipal da Lourinhã acolhe...