INE publica Estatísticas Agrícolas 2022

O Instituto Nacional de Estatística (INE) publicou hoje, 21 de Julho, a edição do documento “Estatísticas Agrícolas” relativa a 2022, que realça um ano agrícola 2021/2022 em Portugal continental «extremamente quente (o mais quente desde 1931/32) e muito seco» e uma seca meteorológica em 2022 «das mais severas desde que existem registos sistemáticos, com praticamente todo o território continental em seca severa e extrema nos meses de Fevereiro, Maio, Junho, Julho e Agosto». Segundo este documento, «a campanha de cereais de Inverno de 2022 foi a pior de sempre, tendo sido inclusivamente inferior à produção da campanha de 2012, coincidindo as piores campanhas cerealíferas com as secas mais graves».

A publicação “Estatísticas Agrícolas 2022” refere também uma queda na produção de tomate: «decresceu 19,7% relativamente à campanha anterior, quer devido à redução de área, quer às elevadas temperaturas estivais (que afectaram a floração e causaram muitas ocorrências de escaldão nos frutos em crescimento) e à precipitação no final da campanha, que originou podridões e atrasos nas maturações e colheitas». No caso da maçã, a produção «decresceu 20,9%» relativamente a 2021 – em que houve «a segunda colheita mais produtiva dos últimos 35 anos» nesta cultura, diz o INE –, enquanto na pêra ocorreram «quebras de produção de 41,3% relativamente à campanha anterior, devido às condições meteorológicas adversas e à estenfiliose».

O documento sublinha igualmente que, «na Cova da Beira a queda de cerejas foi inferior ao esperado» e que «a colheita decorreu em boas condições, o que contribuiu para uma produção ligeiramente superior à alcançada na campanha passada (+3,1%), sendo a mais produtiva de sempre». Quanto à laranja, «o aumento de produção, quer nas variedades temporãs, quer nas tardias, contribuiu para a melhor campanha de sempre, 4,0% acima da produção registada em 2021».

Na vertente da amêndoa, o INE afirma que «a entrada em produção dos novos amendoais do Alentejo foi suficiente para compensar a diminuição de produção registada em Trás-os-Montes, essencialmente devido à situação de seca e às geadas tardias», sendo que «a produção global aumentou 11,5% face à campanha anterior, sendo a mais produtiva dos últimos 30 anos». Verificou-se uma queda na produção de castanha de 39,9% face à campanha passada, «tendo sido mesmo a campanha com menor produtividade dos últimos 37 anos».

Ao nível da vinha, «a produção foi inferior em 7,3% à da vindima de 2021». Também houve uma redução na produção de azeite – foi atingido um total de 1,378 milhões de hectolitros (cerca de 126.000 toneladas), de 39,8% face à campanha de 2021, mas o INE assinala que, «mesmo num ano tão adverso e exigente para a produção de azeite como foi 2022, foi alcançada a quarta maior produção de sempre, apenas abaixo das campanhas de 2021, 2019 e 2017».

As “Estatísticas Agrícolas 2022” – que pode consultar na íntegra aqui – indicam que «o défice da balança comercial dos “Produtos agrícolas e agroalimentares” (excepto bebidas) atingiu 5.222,8 milhões de euros em 2022, um agravamento de 1.374,5 milhões de euros face ao ano anterior», e que, no ano passado, «agravou-se o défice do grau de aprovisionamento da carne, mas Portugal manteve um grau de autoaprovisionamento excedentário em leite para consumo público, vinho, azeite e arroz». Outro destaque da edição de 2022 deste documento anual vai para os «aumentos muito acentuados do índice de preços de produção dos bens agrícolas (+20,5%), do índice de preços dos bens e serviços de consumo corrente na agricultura (+30,0%) e do índice de preços dos bens e serviços de investimento da actividade agrícola (+10,7%)».

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Email

Notícias Recentes

Agenda1
CNCACSA apresenta Agenda de Investigação e Inovação
IMG_1923a
Evento Inovagro Jovem a 21 de Dezembro em Castro Verde
posts flf (77)
Situação Atual

Notícias relacionadas

Agenda1
CNCACSA apresenta Agenda de Investigação e Inovação
O Centro Nacional de Competências para as Alterações Climáticas do Sector Agroflorestal...
IMG_1923a
Evento Inovagro Jovem a 21 de Dezembro em Castro Verde
Decorre na manhã do dia 21 de Dezembro, em Castro Verde, o evento “Inovagro...
posts flf (77)
Situação Atual
Desde que a Plastdiversity Lda, empresa ligada ao setor plástico decidiu apostar...
nuncio
Regantes apresentam soluções para a escassez de água no Algarve
As XIV Jornadas Fenareg – Encontro do Regadio 2023 decorreram em Alcantarilha,...