FIBSUN: Novas cadeias de valor para fibras e serviços ecossistémicos a partir de matérias-primas sustentáveis

FIBSUN, um projecto europeu no âmbito da Circular Bio-based Europe (CBE), tem como missão facilitar cadeias de valor de fibras de base biológica, com amplos impactos na sustentabilidade. Intitulado “Novel Fibre Value Chains & Ecosystem Services from Sustainable Feedstocks”, o projecto FIBSUN agrega agentes da academia e da indústria no desenvolvimento de materiais alternativos sustentáveis nos sectores da construção, automóvel e têxtil.

 «Há uma necessidade urgente em utilizar materiais de base biológica para substituir, por exemplo, os homólogos com base em matérias-primas fósseis usados actualmente em produtos automotivos e de construção», diz Stergios Adamopoulos, professor da SLU (Universidade Sueca de Ciências Agrícolas) e responsável pela ciência de materiais no FIBSUN.

Num consórcio constituído por 17 parceiros e liderado pelo Instituto de Recursos Naturais da Finlândia (Luke), o projecto dedica-se ao desenvolvimento de novas aplicações para culturas subexploradas, ao processamento de fibras e à optimização de novas cadeias de valor de fibras de base biológica.

Necessidade de novas fontes de biomassa

A abordagem do FIBSUN envolve a utilização de cânhamo, fibras de madeira, e também de outras fontes menos exploradas como o cardo, caniço e tifa. As diferentes fontes de biomassa foram escolhidas no sentido de melhorar a qualidade do solo, promover a regeneração e melhorar os serviços ecossistémicos providenciados por estas plantações.

«O FIBSUN demonstrará aos proprietários de terras, à indústria e à sociedade que existem alternativas, e que a redução da dependência de matérias-primas fósseis e a adopção de práticas ambientalmente conscientes são o resultado de decisões sustentáveis nas cadeias de valor», afirma a coordenadora do projeto, Kristiina Lång.

Pilotos à escala industrial

O FIBSUN tem como objectivo optimizar o impacto ambiental e a utilização de recursos nos métodos de processamento das matérias-primas, testando-as em pilotos de escala industrial. Os ensaios com cânhamo prevêem o aproveitamento das frações residuais de fios de cânhamo em produtos de isolamento e a introdução de uma técnica de revestimento de celulose microfibrilada na produção de compósitos.

Fibras de madeira proveniente de locais contaminados serão aplicadas na produção de bio cimento.

O caniço e a tifa – culturas capazes de mitigar as emissões de gases com efeito de estufa e as perdas de nutrientes de solos de turfa degradados – serão introduzidos na produção de placas de isolamento.

 «Em Portugal, o Food4Sustainability irá colaborar na implementação de plantações de cardo em terrenos marginais, com vista à melhoria da qualidade do solo e serviços ecossistémicos, desde o sequestro de carbono até ao restauro da biodiversidade. Novas oportunidades de aplicação das fibras do cardo em fibras têxteis serão exploradas pela Tearfil, num projecto que pretende acelerar a competitividade do sector da bioeconomia na União Europeia», indica Daniela Fonseca, especialista de gestão e valorização de subprodutos no Food4Sustainability.

O FIBSUN busca intensificar a consciencialização acerca do impacto decorrente da utilização dos recursos naturais nos serviços ecossistémicos, e prevê a realização de análises do ciclo de vida para fornecer uma representação clara da pegada de carbono dos novos produtos. Ao apostar numa análise aprofundada do potencial de mercado e trabalhar o desenvolvimento de modelos de negócios, o FIBSUN fomenta e promove a transformação e fortalecimento da bioeconomia rural.

Título do Projeto: FIBSUN (Novel Fibre Value Chains & Ecosystem Services from Sustainable Feedstocks)

  • Contribuição Horizon Europe / CBE JU: €4.49 M
  • Duração: Junho 2023 – Maio 2027
  • Biomassa: Cânhamo, madeira, cardo, caniço e tifa
  • Principais produtos: Produtos à base de fibra, incluindo rolos e placas de isolamento, compósitos para automóveis, biocimento e fios têxteis
Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Email

Notícias Recentes

Agenda1
CNCACSA apresenta Agenda de Investigação e Inovação
IMG_1923a
Evento Inovagro Jovem a 21 de Dezembro em Castro Verde
posts flf (77)
Situação Atual

Notícias relacionadas

Agenda1
CNCACSA apresenta Agenda de Investigação e Inovação
O Centro Nacional de Competências para as Alterações Climáticas do Sector Agroflorestal...
IMG_1923a
Evento Inovagro Jovem a 21 de Dezembro em Castro Verde
Decorre na manhã do dia 21 de Dezembro, em Castro Verde, o evento “Inovagro...
posts flf (77)
Situação Atual
Desde que a Plastdiversity Lda, empresa ligada ao setor plástico decidiu apostar...
nuncio
Regantes apresentam soluções para a escassez de água no Algarve
As XIV Jornadas Fenareg – Encontro do Regadio 2023 decorreram em Alcantarilha,...