Exportações de vinho crescem em volume e valor

Em Agosto, as exportações de vinhos portugueses subiram 8,3% em valor e 8,2% em volume, face ao mesmo mês de 2019. Segundo as estatísticas divulgadas recentemente pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), de Janeiro a Agosto registou-se um crescimento acumulado de 2,3% em valor e de 3,4% em volume em comparação com o período homólogo do ano passado.

Em nota enviada a 16 de Outubro, o Ministério da Agricultura assinala também que, em Agosto, em termos de mercados, «assistimos a uma recuperação nas vendas para França e Brasil, com variações de +22,4% em valor e +16,8% em volume, no primeiro caso, e +67,2% em valor e +41,2% em volume, no caso do Brasil». A isto acresce que, «comparando a variação desde o início do ano com o período homólogo de 2019, destaca-se o crescimento das vendas para os Estados Unidos da América (+9,7% em valor e +16,9% em volume), Reino Unido (+11,2% em valor e +21,7% em volume) e Brasil (+14,3% em valor e +16% em volume), com variações em volume superiores a dois dígitos».

O Ministério da Agricultura destaca que, «apesar da recuperação em Agosto, o mercado francês (-5,1% em valor e -5,3% em volume) e o alemão (-0,3% em valor e -17,6% em volume) continuam a apresentar quebras, comparativamente com os primeiros oito meses do ano transacto», e assinala «a oportunidade encontrada pelos operadores portugueses junto dos mercados nórdicos (Suécia, Noruega e Finlândia), onde se registam taxas de crescimento superiores a 40% nos meses de Janeiro a Agosto deste ano, tanto em valor como em volume».

A propósito destes dados, a Ministra da Agricultura considera que «demonstram o retomar do crescimento dos últimos anos, apesar da quebra de vendas e encomendas no início do período de confinamento, e são consequência do trabalho de adaptação dos operadores à nova realidade e do apoio efectivo e eficiente das políticas públicas para o sector». Maria do Céu Antunes deixou também o anúncio da «execução a 100% do envelope financeiro previsto no Plano Nacional de Apoio ao Sector Vitivinícola para o exercício de 2020», que encerrou a 15 de Outubro.

Desta execução, o Ministério realça «o crescimento dos valores afectos às medidas de promoção externa do vinho português, com pagamentos às empresas beneficiárias superiores a 11 milhões de euros, o maior valor de investimento pago nos últimos três anos». O comunicado recorda ainda que «foi reforçada a dotação do último aviso para o Regime de Apoio à Reestruturação e Reconversão da Vinha (VITIS), para a campanha 20/21, em 23,5 milhões euros, passando dos 50 para os 73,5 milhões de euros».

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Recentes

1a
Pedro Correia Botelho é o novo director comercial da Transitex no Porto
FLF 250_publirreportagem_deiba
Deiba Innov é a nova gama de bioestimulantes inovadores da Deiba
José Manuel Fernandes
José Manuel Fernandes é ministro da Agricultura e Pesca do XXIV Governo Constitucional

Notícias relacionadas

1a
Pedro Correia Botelho é o novo director comercial da Transitex no Porto
A operadora de logística global Transitex anunciou a nomeação de Pedro Correia...
FLF 250_publirreportagem_deiba
Deiba Innov é a nova gama de bioestimulantes inovadores da Deiba
Entrevista a Tiago Duarte, Chefe de Vendas da gama DEIBA INNOV. Qual foi a...
José Manuel Fernandes
José Manuel Fernandes é ministro da Agricultura e Pesca do XXIV Governo Constitucional
O até agora eurodeputado José Manuel Ferreira Fernandes é o nome proposto para...
3b
Santarém recebe III Colóquio sobre o Uso Sustentável dos Pesticidas a 24 de Maio
A Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Santarém (ESAS) vai ser...