Empresa comercializadora de batatas instala classificador óptico da Tomra

A empresa familiar Oliveira Pinho & Filhos, dedicada à comercialização de batatas e cebolas, adquiriu em Junho último um classificador de alimentos óptico Sentinel II, da Tomra Sorting Foods – empresa que projecta e fabrica sistemas de classificação baseados em sensores para a indústria de alimentos. Este equipamento está a funcionar nas instalações da empresa, em Mira (distrito de Coimbra), e integra a tecnologia LED pulsada, que permite «classificar os alimentos a uma velocidade maior do que os modelos anteriores», refere um comunicado da Tomra.

3

O Sentinel II efectua a selecção das batatas, que são entregues em bruto na Oliveira Pinho & Filhos. Sérgio Pinho, gerente da empresa, afirma que, com este equipamento, «conseguimos aumentar a qualidade final da mercadoria e com menos trabalho».

2

Alejandro Palacios, director de vendas da Tomra Sorting Foods para Espanha e Portugal, explica que «os ejectores são de alta precisão e permitem expulsar muito rapidamente os materiais “estranhos” e batatas em mau estado». «O classificador selecciona as batatas por cor, rejeitando os verdes ou aqueles que têm manchas ou estão podres. Além disso, o Sentinel II detecta corpos estranhos (paus e pedras), eliminando-os do produto final.» Após o processo de lavagem e secagem, as batatas passam pela área de inspecção antes de serem embaladas para venda.

«Os nossos clientes estão mais satisfeitos e o processo de nossa fábrica melhorou de forma substancial. Na verdade, um único trabalhador lida com a máquina, enquanto os outros três funcionários foram realocados em outras posições onde eram mais necessários», indica afirma Sérgio Pinho. Antes de o Sentinel II ser integrado na linha de produção da Oliveira Pinho & Filhos, o processo era feito de forma manual e ocupava quatro funcionários.

4

«O volume de batatas que podemos classificar aumentou graças ao Sentinel II. Actualmente, podemos classificar 15 toneladas/hora de batatas pequenas e 20 toneladas/hora de batatas médias», assinala o gerente da Oliveira Pinho & Filhos. Além da «eficiência», a Tomra destaca neste equipamento «a simplicidade com que se pode controlar e manejar», «o design simples e robusto» e «os baixos custos de manutenção».

Segundo Sérgio Pinho [na foto em baixo, com  Alejandro Palacios], com a formação que receberam, na Oliveira Pinho & Filhos são «capazes de configurar a máquina para diferentes variedades e cores de batata de uma forma muito fácil». A isto acresce que o Sentinel II «não requer muita manutenção» e que, «porque não é muito grande, encaixa-se muito bem na nossa linha de produção». A concluir, o gerente da Oliveira Pinho & Filhos diz que «a Tomra ajudou-nos a melhorar a nossa produtividade e recomendamos os seus equipamentos sem qualquer dúvida».

5

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Recentes

Sogrape Sustentabilidade
Sogrape certificada pelo Referencial Nacional de Sustentabilidade do Sector Vitivinícola
posts flf (87)
Frutos Secos
CNCACSA1
Disponibilizadas gravações da conferência sobre alterações climáticas organizada pelo CNCACSA

Notícias relacionadas

Sogrape Sustentabilidade
Sogrape certificada pelo Referencial Nacional de Sustentabilidade do Sector Vitivinícola
A empresa portuguesa de vinhos Sogrape obteve a certificação pelo “Referencial...
posts flf (87)
Frutos Secos
Consulte aqui todos os artigos do Grande Plano de Dezembro dedicado aos Frutos...
CNCACSA1
Disponibilizadas gravações da conferência sobre alterações climáticas organizada pelo CNCACSA
O Centro Nacional de Competências para as Alterações Climáticas do Sector Agroflorestal...
AgroBiotech1
CAP e P-Bio divulgam relatório do estudo de aplicação de biotecnologia
No âmbito do colóquio «AgroBioTech: Uma estratégia para a agrobiotecnologia...