Asfertglobal ganha o Green Project Awards 2017 para a Sustentabilidade

A empresa portuguesa de biofertilizantes Asfertglobal recebeu um dos mais importantes prémios de desenvolvimento sustentável concedido em Portugal. O Green Project Award é entregue todos os anos aos projectos mais inovadores e sustentáveis, ​​tendo este ano recebido um total de mais de 150 candidaturas.

Os vencedores são escolhidos em nove categorias: Agricultura, Cidades e Mobilidade Sustentável, Gestão Eficente de Recursos, Indústria 4.0 – Transformação Digital, Iniciativa de Mobilização, Investigação e Desenvolvimento, Mar, Turismo e Iniciativa Jovem.

Na categoria Agricultura, o projeto Kiplant iNmass da Asfertglobal foi o vencedor. A 12 de Janeiro decorreu a cerimónia de entrega dos prémios na Alfândega do Porto e a directora de Marketing da Asfertglobal, Manuela Cordeiro, recebeu o galardão. «Estamos muito satisfeitos com esta distinção, que é apoiada pela Agência Portuguesa do Ambiente, pela Quercus e pela GCI, e que traduz o reconhecimento do trabalho de uma grande equipa de profissionais focada na investigação de soluções sustentáveis», afirmou.

A recepção deste prémio foi tomada como um forte incentivo: «Este reconhecimento motiva-nos a continuar a investigar soluções inovadoras mais adequadas para as culturas, respeitando sempre o meio ambiente e os consumidores», disse a responsável, que lembra que este reconhecimento apoia o principal objectivo da empresa: «o desenvolvimento de biofertilizantes com base no uso de microorganismos e novas moléculas orgânicas a partir de fontes naturais, melhorando a produtividade e reduzindo o impacto ambiental da agricultura moderna.»

A Asfertglobal está presente em 12 países, incluindo África do Sul, Espanha, França, Grécia, Turquia e Rússia. A empresa continua a expandir-se internacionalmente e a marcar presença nos mais importantes eventos internacionais do sector agrícola. O próximo evento será a Fruit Logistica, em Berlim, que decorre entre 7 e 9 de Fevereiro e onde a empresa terá um stand no H8.2/B-03a.

«O produto premiado, Kiplant iNmass, actua na formação de raízes laterais e adventícias, na estimulação da divisão celular e no alongamento das raízes e caule da planta. Além de exercer um efeito sinérgico com os elementos nutricionais aplicados à planta, que resulta num maior desenvolvimento e aumento de produtividade. Por outro lado, também favorece a assimilação de nutrientes pois aumenta sua disponibilidade no solo através da fixação do nitrogénio e da solubilização do fósforo, permitindo assim uma redução efectiva do uso de fertilizantes químicos», realça a empresa.

 

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Recentes

Agrifish_30-5-2023
Comissão vai propor mobilização da Reserva Agrícola para países atingidos por condições climatéricas adversas
Vinhas (3)
Debate em Lisboa a 1 de Junho sobre Bloco de Rega de Reguengos de Monsaraz
Foto Salad Greenhouse (22)
Workshop alterações climáticas e impacto na sanidade vegetal

Notícias relacionadas

Agrifish_30-5-2023
Comissão vai propor mobilização da Reserva Agrícola para países atingidos por condições climatéricas adversas
Na sequência da reunião do Conselho de Ministros de Agricultura e Pescas da...
Vinhas (3)
Debate em Lisboa a 1 de Junho sobre Bloco de Rega de Reguengos de Monsaraz
“Água e agricultura: Bloco de Rega de Reguengos enquanto base da sustentabilidade...
Foto Salad Greenhouse (22)
Workshop alterações climáticas e impacto na sanidade vegetal
Dia 15 de Junho, no Auditório da Câmara Municipal de Caldas da Rainha, realiza-se...
Da semente ao prato_cartaz (compact)
Colóquio “Da Semente ao Prato: inovação e sustentabilidade na ajuda ao agricultor
A Anseme – Associação Nacional de Produtores e Comerciantes de Sementes, o CIB...