Vitacress celebra 20 anos da marca própria

Em 2003, a empresa Vitacress, do Grupo RAR, começou a vender produtos com a sua marca própria e está este ano a celebrar o 20.º aniversário de existência da marca Vitacress em Portugal. Neste âmbito, e «reconhecendo a sua importância no mercado», a empresa, que fornece vegetais lavados e prontos a comer, anuncia que vai reforçar o seu plano de sustentabilidade ambiental com o programa Second Nature, cujo principal objectivo é «tornar a empresa net carbon zero até 2040».

Presente em Portugal desde 1981, a empresa 100% nacional Vitacress afirma que esta iniciativa «reflecte a sua ambição de sustentabilidade», «pretende dar continuidade ao trabalho que a marca tem implementado desde a sua chegada a Portugal» e «formaliza o trabalho que a empresa tem vindo a fazer nas últimas décadas». O programa Second Nature tem nove pilares: utilização sustentável da água; remoção dos plásticos problemáticos e desnecessários; mais biodiversidade; redução de emissões de CO2; eliminação do uso de turfa nos processos de produção; fontes de água de superfície de qualidade; sustentabilidade dos solos; redução de desperdício alimentar; gestão sustentável de resíduos.

A Vitacress indica que «procura diariamente soluções mais eficientes no que diz respeito ao seu consumo de recursos hídricos, tendo já conseguido reduzir a quantidade de água utilizada em 39% nos últimos dois anos, graças a investimentos feitos neste domínio», acrescentando que esta redução foi conseguida com «a implementação de políticas como a recirculação da água usada no cultivo de agrião de água, o recrescimento de alfaces e a escolha contínua de culturas mais adaptadas às condições locais, entre outras». A empresa também assinala que, em 2023, concretizou «uma redução de 10% no volume de plásticos usados na sua operação, graças à redução do tamanho e espessura de embalagens e à sua substituição por cartão na cuvette dos tomates cherry e das ervas aromáticas, por exemplo, incorporando também plástico reciclado nas embalagens de saladas de refeição».

A Vitacress destaca que, nestes 20 anos, a marca que era inicialmente de nicho se tornou «responsável por 15% do mercado de Hipers+Supers de vegetais lavados e prontos a comer, líder nas marcas de fabricante», e que «vende para o mercado nacional perto de 90% do que produz, assente na frescura, conveniência e inovação dos seus produtos, promovendo uma alimentação saudável junto dos portugueses (mais de 40% dos lares nacionais compram saladas e vegetais lavados e prontos a comer)». Realça também que a inovação é o seu «principal motor de diferenciação e crescimento», contando com «mais de 40 produtos lançados nos últimos cinco anos».

A empresa sublinha ainda que conta com «uma “família” de mais de 400 colaboradores permanentes» e que contribui «activamente para o desenvolvimento das comunidades onde está situada: por exemplo, através de protocolos de experiência profissional para jovens e adultos com necessidades educativas especiais (APCO), apoio ao desenvolvimento educativo com a Teach for Portugal na escola secundária de São Teotónio ou suporte alimentar de Instituições de Solidariedade Social, como a Fundação Infantil Ronald McDonald e Banco Alimentar». «A evolução que tivemos nos últimos 20 anos deixa-nos orgulhosos do trabalho que temos feito e com a certeza de que estamos no caminho certo para continuar a servir os nossos consumidores com os vegetais mais frescos do mercado. O nosso programa Second Nature permite-nos pensar no negócio a longo prazo, responsáveis que somos pela manutenção dos terrenos que exploramos, em alguns casos há mais de 40 anos, e cuidando das pessoas que todos os dias contribuem para este sucesso. Gostamos muito do trabalho que fazemos e temos a certeza de que vamos continuar a crescer, não só enquanto empresa, mas, principalmente, enquanto agente envolvido na comunidade local e nacional», diz Carlos Vicente, director geral da Vitacress.

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Email

Notícias Recentes

José Manuel Fernandes
José Manuel Fernandes é ministro da Agricultura e Pesca do XXIV Governo Constitucional
3b
Santarém recebe III Colóquio sobre o Uso Sustentável dos Pesticidas a 24 de Maio
Alqueva
EDIA disponibiliza Anuário Agrícola de Alqueva de 2023

Notícias relacionadas

José Manuel Fernandes
José Manuel Fernandes é ministro da Agricultura e Pesca do XXIV Governo Constitucional
O até agora eurodeputado José Manuel Ferreira Fernandes é o nome proposto para...
3b
Santarém recebe III Colóquio sobre o Uso Sustentável dos Pesticidas a 24 de Maio
A Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Santarém (ESAS) vai ser...
Alqueva
EDIA disponibiliza Anuário Agrícola de Alqueva de 2023
A Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas de Alqueva (EDIA) disponibilizou...
4a
Grow Field Days promove visitas de campo com foco no microbioma do solo
No âmbito da iniciativa “Grow Field Days”, com o mote “De agricultor para agricultor!”,...