cap donativos

Incêndios: Onda de Solidariedade do Sector Agrícola

No âmbito da campanha de solidariedade iniciada pela Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) para ajudar os produtores que foram vítimas dos grandes incêndios de Murça, Valpaços e Vila Pouca de Aguiar, já começaram a chegar ao terreno as primeiras doações de alimento para os animais.

Decorreu em Vila Real a primeira entrega de palha e feno, doados por agricultores de outros pontos do País.

O grande incêndio que assolou diversos concelhos da região – com especial destaque para o município de Murça, onde ardeu mais de metade do território – destruiu floresta, castanheiros, olival, vinha, e, principalmente, áreas de pastagens, incluindo instalações agrícolas e reservas alimentares.

De forma a garantir a alimentação dos animais, de modo rápido e eficaz, a CAP iniciou uma campanha de angariação de palha, feno e concentrados, à qual já se juntaram outras associações do sector, numa enorme demonstração de solidariedade entre pares.

«Num ano particularmente difícil para os agricultores, em que matérias-primas e factores de produção têm escasseado ou têm preços proibitivamente elevados, a doação destes géneros para alimentação animal, entregues em tempo útil e dando resposta às necessidades imediatas, prova a enorme resiliência de que é feita a agricultura em Portugal», sublinha a CAP num comunicado.

A CAP reforça o seu apelo de ajuda aos agricultores de Murça, Valpaços e Vila Pouca de Aguiar, dando nota de que existem vários pontos de concentração de donativos espalhados pelo território nacional, envolvendo diversas estruturas do sector: Beja (Pavilhão da ACOS), Évora (CDAPEC), Santarém (CNEMA) e Guarda (ACRIGUARDA).

Notícias relacionadas




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *