fotovoltaico_1

EDIA realiza sessão sobre «independência energética» na agricultura

O auditório da sede da Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas de Alqueva (EDIA), em Beja, acolhe, na manhã de 28 de Junho, um evento dedicado ao tema da «independência energética» no sector agrícola. No evento, vão ser apresentadas soluções aplicadas à agricultura: «as soluções eléctricas já hoje disponíveis no mercado para a bombagem solar; o transporte pesado eléctrico; a utilização de tractores eléctricos, pulverizadores, monda eléctrica e outros recursos associados à actividade agrícola, entre os quais os adubos produzidos na própria exploração com recurso a energia solar», explica a entidade.

O programa do evento “Alqueva eléctrico: Rumo à independência energética” é o seguinte:

9h30 – Acolhimento e Café de Boas-vindas

10h00 – Alqueva electricamente independente (José Pedro Salema | EDIA)

10h30 – Bombagem solar (José Revez | Revez Solar)

11h00 – Transportes eléctricos (António Reis | Profissional transportes)

11h15 – Ferramentas eléctricas (Ricardo Mamede | STIHL)

11h30 – Adubos eléctricos (Bouke Feenstra | MadoquaPower2X)

11h45 – Robot eléctrico para viticultura (Daniel Lopes | Bakus Vitibot)

12h00 – Monda elétcrica (Cláudio Margarido | X Power XPS)

12h15 – Agricultor eléctrico (João Coimbra | Quinta da Cholda)

12h30 – Debate

 

No início do evento, a EDIA irá apresentar «a sua visão para a independência energética do Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva». A propósito desta iniciativa, a entidade afirma que «está empenhada em partilhar soluções e conhecimentos junto dos seus clientes, abrindo caminho à sustentabilidade do projecto de Alqueva e reforçando o objectivo associado à diminuição da pegada ecológica da actividade do sector primário».

José Pedro Salema, presidente da EDIA, sublinha que «a electrificação é uma das migrações que terão necessariamente de ocorrer, substituindo todos os processos que dependem de combustíveis fósseis», e que, «em paralelo, temos de pensar na origem da electricidade que as vai alimentar». «A produção agrícola só será verdadeiramente sustentável quando conseguir produzir localmente a totalidade das suas necessidades energéticas com recursos a fontes renováveis», acrescenta.

A inscrição na sessão “Alqueva eléctrico: Rumo à independência energética” é gratuita, mas obrigatória, estando limitada à capacidade do auditório. Os interessados podem inscrever-se aqui ou através do endereço de email eventos@edia.pt

1a

Notícias relacionadas




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *



























Newsletter

* campo obrigatório
Ao clicar em "Subscrever" está a concordar que Leu e Aceitou a nossa Política de Privacidade



Fotogaleria