afídeo

DRAPLVT divulga aviso sobre afídeo negro dos citrinos

A Direcção Regional de Agricultura e Pescas de Lisboa e Vale do Tejo (DRAPLVT) publicou um alerta fitossanitário sobre o insecto Toxoptera citricida Kirkaldy, conhecido como “afídeo negro dos citrinos”. Segundo o alerta, afecta particularmente espécies do género Citrus spp. – como o limoeiro, a laranjeira, a tangerineira, etc. – e «é considerado uma praga preocupante, quer pelos prejuízos directos que provoca nas plantas, quer por ser vector do vírus da tristeza dos citrinos (CTV), doença que pode provocar o rápido declínio e morte das plantas afectadas».

O documento explica que este insecto foi detectado pela primeira vez em Portugal em 1994, na ilha da Madeira e, no território continental, em 2003, tendo a sua presença já sido identificada em várias freguesias situadas na área de intervenção da DRAPLVT. A entidade refere que o Toxoptera citricida Kirkaldy é um organismo considerado de quarentena na União Europeia e, por essa razão, a sua ocorrência obriga à aplicação de medidas fitossanitárias necessárias para a sua erradicação e para evitar a sua dispersão.

Nesse âmbito, a DRAPLVT solicita a colaboração de todos pela comunicação de eventuais casos suspeitos na área de intervenção da entidade. Pode consultar aqui o Alerta Fitossanitário 02-2020 – Toxoptera citricida, da DRAPLVT.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *