Wines of Portugal_20191010_029_picturia

Vinhos portugueses recebem 97 distinções em Moscovo

Com cerca de uma centena de distinções, os vinhos portugueses foram, uma vez mais um sucesso no Concurso de Vinhos da Prodexpo Moscovo, prova da grande aceitação que os vinhos de Portugal recolhem no mercado da Federação Russa.

Foram 15 as empresas portuguesas premiadas, entre as quais, Adega de Ponte da Barca, Cooperativa de Pegões, Adega Cooperativa de Ponte de Lima, Casa Ermelinda Freitas, Casa Santos Lima, Caves de Santa Marta, Manzwine e Quinta de S. Sebastião, presentes no stand coletivo da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP).

Estas empresas trazem da Rússia para Portugal 2 Grandes Prémios, 6 Estrelas, 57 Medalhas de Ouro, 29 de Prata e 3 Diplomas.

A 29ª Prodexpo Moscovo, a maior feira do sector alimentar da Federação Russa, que decorreu esta semana e termina hoje, 11 de Fevereiro, recebeu a maior comitiva portuguesa de sempre, tendo contado com a presença de 29 produtores de vinho nacionais. A presença do sector vinícola português neste evento acontece desde 2014 e conta com a organização da CAP.

A exportação de vinhos portugueses para o mercado russo registou um crescimento exponencial nos últimos anos. Entre o ano de 2018 e 2021, o valor das exportações mais do que duplicou, chegando a 45 milhões no ano passado. Actualmente, Portugal é o 5º fornecedor de vinho para o mercado russo e as perspectivas são de crescimento.

Luís Mira, secretário geral da CAP, refere: «Este é um mercado que ainda possui um grande potencial de crescimento para os nossos vinhos tendo em consideração a aceitação pelos consumidores e a grande dimensão que este país tem. Para que isso aconteça é necessário desenvolver um trabalho e uma presença constante junto dos importadores, dos distribuidores e dos consumidores de forma a informar e valorizar o vinho português. É compromisso da CAP ajudar os produtores nacionais a ampliarem a sua pegada no mercado russo.»

No sucesso desta acção, esteve também envolvida a Embaixada de Portugal na Rússia, colaboração que a CAP reconhece e agradece, bem como, a dos serviços da AICEP locais. «Sem o empenho destas entidades, que possibilitam o envio dos vinhos pela via diplomática e com o apoio ao nível institucional, certamente estas iniciativas não teriam o mesmo sucesso», reforça a CAP.

A CAP tem previstas ainda este ano várias acções de promoção na Rússia, nas cidades de São Petersburgo e Ecaterimburgo, com organização de provas de vinhos, masterclasses sobre vinhos de Portugal e jantares vínicos em restaurantes de referências. Estas iniciativas são dirigidas a importadores, distribuidores, sommeliers, entre outros players do mercado do vinho. O roadshow no território russo será complementado com uma deslocação ao mercado do Cazaquistão, nomeadamente a Astana e Almaty, onde também serão promovidas provas, masterclasses e jantares vínicos.

Notícias relacionadas




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fotogaleria