chestnut-5683473_1920

DEIFIL apresenta nova gama de produtos micorrizicos para o castanheiro

Actualmente, a castanha e a sua cultura representam uma amostra significativa no mercado dos frutos secos na bacia do Mediterrâneo. São diversas as variedades produtoras que se desenvolvem nesta região tão concreta do globo terrestre, reconhecidas pela sua rentabilidade em castanhas de valor acrescentado atendendo às suas propriedades organolépticas (cor, textura, odor, sabor) e nutricionais (vitaminas, minerais, bioativos).

O foco na melhoria contínua destas espécies, tem vindo a ter foco face às maiores ameaças até então identificadas, nomeadamente pragas (vespa da galha) e doenças (tinta, e posterior cancro devido à proliferação de Phytophthora cinnamomi). No entanto, as alterações climáticas têm vindo a modificar o ecossistema e a cultura do castanheiro (tal como outras) enfrenta desafios nesse contexto. De facto, no século XXI enfrentamos questões de empobrecimento de solos (água, nutrientes, sais minerais) e, por conseguinte, alteração na flora e na fauna.

Por outro lado, e num panorama geral, as soluções até então apresentadas no sentido de melhorar a produção de alimentos «estão ainda centradas em opções de origem de síntese química, focadas em resolver questões no imediato», começa por dizer a empresa DEIFIL.

«No entanto, temos vindo a ser cada vez mais enfrentados com a realidade que a aplicação de fitofármacos, ainda que necessária, conduz ao desequilíbrio dos ecossistemas. Consequentemente, torna-se evidente que o recurso abusivo a fitofármacos será prejudicial na preservação das nossas culturas e florestas. Neste sentido, e em consonância com as metas para uma geração mais verde e amiga do ambiente, verificamos a necessidade de soluções de origem natural, compatíveis com o meio ambiente e que atuem na preservação e melhoramento das nossas espécies».

É com base neste conceito que surge MycoChest, formulado para «responder a diferentes necessidades do mercado global (biocompatibilidade e biodegrabilidade) e, de forma singular, às necessidades vitais de castanheiros e soutos, de forma a preservar as suas características tão apreciadas: castanhas de alto valor acrescentado».

news-mycochest-1536x693

Segundo a empresa, MycoChest é um produto «inovador, de origem natural, à base de fungos ectomicorrízicos». Desenvolvido em laboratório, MycoChest foi criado a partir de cogumelos recolhidos em soutos e isolados in vitro. «Todas as espécies utilizadas pela DEIFIL foram certificadas por entidades externas, assegurando a qualidade deste novo produto.»

MycoChest é um suplemento «cuidadosamente desenvolvido para a cultura de castanheiro, focado na micorrização das plantas de forma a conferir-lhes melhores condições de crescimento e manutenção favoráveis à sua vitalidade e vigor. A simbiose estabelecida (castanheiro-fungo) favorece não só o desenvolvimento radicular das plantas, mas também a sua capacidade de captação de água e nutrientes essenciais para o seu desenvolvimento. Por outro lado, as micorrizas actuam como camada natural e protectora do sistema radicular das plantas».

MycoChest é um produto criado com recurso à tecnologia I3+, desenvolvida pela DEIFIL, desenhada para «uma rápida acção de forma a aumentar as probabilidades de favorecer culturas de castanheiro com espécies de cogumelos silvestres raras e altamente apreciadas».

Notícias relacionadas




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *



























Newsletter

* campo obrigatório
Ao clicar em "Subscrever" está a concordar que Leu e Aceitou a nossa Política de Privacidade



Fotogaleria