Thumbnail track & trace IMETA

CHEP usa nova ferramenta para aumentar eficiência das cadeias de abastecimento

A CHEP, empresa de soluções para a cadeia de abastecimento e líder de pooling, em parceria com a BXB Digital, ambas empresas do grupo Brambles, desenvolveram soluções digitais, baseadas em IoT, que procuram aumentar a eficiência operacional das cadeias de abastecimento dos seus clientes.

A CHEP equipou um conjunto de paletes e contentores com dispositivos de rastreamento no Sul da Europa, tendo como objectivo o melhor acompanhamento das plataformas, bem como dos produtos transportados, «oferecendo assim maior controlo e segurança aos seus clientes. Estes novos dispositivos possibilitam ainda um reforço ao nível de segurança, uma vez que evitam as perdas de paletes da trajectória circular», reforça a empresa num comunicado.

Cerca de onze retalhistas e distribuidores em Espanha, França, Itália e Portugal participaram na fase de testes deste projecto, nomeadamente na detecção de ineficiências e pontos de perda de activos ao longo das cadeias de abastecimento. Em breve, a Grécia irá juntar-se a este grupo de países.

Jürgen Dietz, director logístico na cadeia de supermercados DIA, afirma: «Graças a esta nova solução de rastreamento da CHEP, aumentámos o controlo sobre os nossos activos e tivemos enormes ganhos ao nível da segurança nos vários fluxos».

Os dispositivos permitem o acesso a informações como a localização e a condição das paletes e contentores da CHEP à medida que estes se movem pela cadeia de abastecimento. «Com esta solução, os clientes podem ter ainda acesso a outros dados como por exemplo as condições de temperatura e de qualidade do produto».

Alex Tello, responsável pela gestão de paletes do grupo logístico Carreras, reforça que «este projecto de colaboração dá-nos uma visibilidade end-to-end dos nossos fluxos de distribuição, o que nos permite realizar acções que visam melhorar o controlo e a gestão das nossas paletes».

Marco Moritsch, vice-presidente sénior da CHEP para o Sul da Europa, explica que «combinar as nossas paletes físicas com as nossas soluções digitais possibilita a confirmação sobre a localização exacta de uma plataforma ou de um produto e fornece informações valiosas para prevenir de forma proactiva perdas, danos e possíveis custos inerentes».

Marco Moritsch reforça ainda: «A Internet das Coisas e as soluções digitais desenvolvidas pelo nosso parceiro BXB Digital dão-nos a oportunidade de mapear com precisão a cadeia de abastecimento global, identificando sinergias e eliminando ineficiências. No futuro, queremos reduzir a carga administrativa e usar a tecnologia para simplificar os processos e fornecer aos nossos clientes total transparência».

Os dispositivos incorporados nas paletes e contentores da CHEP são certificados de acordo com os requisitos CE/EC (avaliados para cumprir os padrões de segurança europeus e outros regulamentos aplicáveis). «Os dados recolhidos por esses dispositivos podem ser usados ​​pela CHEP para fornecer melhor suporte ao cliente, rastrear remessas de paletes e contentores da CHEP e para obter informações estatísticas agregadas sobre a cadeia de abastecimento que podem servir como um valor agregado para os clientes», remata a empresa.

Notícias relacionadas




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fotogaleria