3

PreVineGrape vai desenvolver biofungicida para doenças da videira

O projecto PreVineGrape, que decorre até meados de 2023, visa «proporcionar à indústria vitivinícola uma solução fungicida de origem natural (biofungicida) para o combate aos principais causadores de avultados prejuízos nas vinhas: míldio (Plasmopara viticola), oídio (Erysiphe necator/Oidium tuckery) e podridão cinzenta (Botrytis cinerea)». Esta iniciativa surgiu da «necessidade de soluções mais sustentáveis no combate às principais doenças na vinha» e o consórcio envolve Deifil Technology (líder do projecto), Sogrape, João Nicolau de Almeida & Filhos, Instituto Politécnico de Bragança e Associação para o Desenvolvimento da Viticultura Duriense (Advid).

Segundo os promotores, o PreVineGrape contempla «actividades de prospecção de matrizes naturais (plantas ou partes de plantas) com efeito antifúngico, obtenção das matrizes antifúngicas em grandes quantidades, avaliação do potencial antifúngico das matrizes seleccionadas in loco, validação da actividade antifúngica do ingrediente desenvolvido e promoção e divulgação ampla de resultados». No fim dos 30 meses do projecto, «obter-se-á um biofungicida que permitirá a produção de vinhos com selo sustentável, baseado na eliminação de agentes químicos em práticas agrícolas», diz o consórcio.

A iniciativa representa um investimento total de 945.344,91 euros, com um apoio de 610.630,11 euros por parte da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (Feder). A conclusão do projecto está prevista para Junho de 2023.

 

2a




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fotogaleria