1

Mercadona abre centro de coinovação em Lisboa

A Mercadona abriu em Lisboa um “Centro de coinovação”, o segundo que a empresa de retalho tem em Portugal. Este espaço, que representou um investimento de 2,2 milhões de euros, visa «trabalhar em conjunto com os “Chefes” (clientes) para adaptar a sua oferta aos hábitos e preferências do consumidor local e desenvolver produtos inovadores com a máxima qualidade», explica a insígnia.

O novo “Centro de coinovação” está localizado na Avenida Estados Unidos da América e tem uma área total de cerca de 2.400 m2, distribuídos por dois andares, com várias zonas de trabalho, incluindo espaço para cozinhar, área de provas-cegas, zonas para recriar a exposição dos produtos nos lineares dos supermercados, auditório e salas de reuniões. A empresa afirma que, com este projecto, «reforça a sua expansão em Portugal, preparando antecipadamente a sua chegada a novos distritos do País já no próximo ano».

Segundo a Mercadona, os centros de coinovação «são macrolaboratórios de ideias onde os especialistas desenvolvem, em conjunto com os “Chefes”, produtos que correspondam aos seus gostos e detectam as suas necessidades quanto às escolhas que compõem o seu cabaz de compras habitual, podendo, desta forma, introduzir melhorias e lançar inovações nos cinco negócios que englobam todos os produtos comercializados pela empresa: comida, bebida, higiene pessoal, limpeza do lar e cuidado dos animais de estimação». No âmbito do “Modelo de Coinovação”, com que a empresa trabalha desde 2011, nestes centros também decorre a fase de testes, com os clientes, a que os produtos são sujeitos antes de chegarem às prateleiras dos supermercados.

2

A Mercadona, que sublinha que «a satisfação do “Chefe” é o ponto fundamental da sua actividade e coloca-o sempre no centro das suas decisões», refere que põe em prática uma estratégia de partilhar «com os clientes experiências e hábitos, para os transmitir depois aos fornecedores e impulsionar uma colaboração directa na elaboração dos melhores produtos», bem como de «aprender com os clientes que consomem os seus produtos, ouvir os seus comentários e inovar com eles». Em 2020, a empresa tinha um total de 20 centros de coinovação em funcionamento, em Espanha e Portugal, nos quais já decorreram 12.500 sessões com “Chefes”: 11.000 em Espanha e 1.500 em Portugal.

A Mercadona abriu o primeiro “Centro de coinovação” em Portugal em 2017, situado em Matosinhos (Porto), o qual já proporcionou a introdução de produtos como o “Tango da Mercadona” (bebida de groselha e cerveja) e o “Tablete Negro 99% Cacau” (produzido em Portugal, pela Imperial, sem glúten e sem adição de açúcares). A empresa abriu as primeiras lojas no País em 2019 e conta actualmente com 24 supermercados em Portugal, nos distritos do Porto, Braga, Aveiro e Viana do Castelo, tendo já aberto quatro das nove lojas previstas para 2021 e tendo também anunciado que pretende abrir lojas nos municípios de Setúbal e Montijo em 2022.

Notícias relacionadas




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fotogaleria