opinião3

OPINIÃO: A produção de novas variedades e as técnicas de edição genética

Desde o surgimento da agricultura, há cerca de 10.000 anos, as plantas utilizadas na alimentação têm sido drasticamente modificadas. Foi assim que surgiram cereais com um maior número de grãos e de maiores dimensões, bananas sem sementes ou plantas capazes de conservar os frutos ou as sementes após a maturação para tornar a colheita mais fácil. A modificação das plantas depende da variabilidade genética, ou seja, de modificações nos genes. Os primeiros agricultores não dispunham de conhecimentos científicos para alterar de maneira precisa as plantas, limitando-se a aproveitar a variabilidade natural resultante de recombinações genéticas ou de mutações.

Jorge M. Canhoto, Presidente da Direcção do CiB, Professor na Universidade de Coimbra

Pode consultar aqui o artigo completo.

Notícias relacionadas




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *



























Newsletter

* campo obrigatório
Ao clicar em "Subscrever" está a concordar que Leu e Aceitou a nossa Política de Privacidade



Fotogaleria