trioza erytreae1

Nova actualização da zona demarcada para Trioza erytreae

A Direcção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) publicou o Despacho n.º 17/G/2021, de 19 de Maio, que procede à actualização da zona demarcada para a praga de quarentena Trioza erytreae. Este documento actualiza a zona demarcada para a Trioza erytreae em Portugal, integrada pela lista das freguesias infestadas, das freguesias totalmente abrangidas pela zona tampão e das freguesias parcialmente abrangidas pela zona tampão, bem como o mapa da zona demarcada.

2a

A actualização decorre nos termos e para os efeitos estabelecidos nos números 1 a 3 do artigo 5.º, da Portaria n.º 142/2020, de 17 de Junho, que estabelece medidas de protecção fitossanitária adicionais destinadas à erradicação no território nacional do insecto de quarentena Trioza erytreae Del Guercio. Recorde-se que a T. erytreae (também conhecida como Psila africana dos citrinos) provoca estragos directos e significativos nos citrinos e é também vector da doença Huanglongbing (ou Citrus greening – enverdecimento dos citrinos), considerada como a mais grave a nível mundial para estas espécies vegetais, causada pela bactéria Candidatus liberibacter spp., cuja entrada no território europeu se pretende evitar.

 

Notícias relacionadas




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *



























Newsletter

* campo obrigatório
Ao clicar em "Subscrever" está a concordar que Leu e Aceitou a nossa Política de Privacidade



Fotogaleria