Tânia Tadeu

Tânia Tadeu é a nova directora geral da GCI

O Grupo GCI acaba de contratar Tânia Tadeu para assumir a direcção geral da GCI, onde também se insere a Sustainable Society Initiative, área dedicada ao desenvolvimento de estratégias criativas em sustentabilidade. O Grupo passa igualmente a contar com uma área de Inteligência Digital – I.D., que congrega tecnologia e data & analytics, liderada por João Morgado e que incorpora programadores, analistas de dados e criativos.

Para Bruno Batista, CEO do Grupo GCI, «a comunicação criativa é o core da GCI e deste grupo, é por isso que queríamos reforçar a nossa área de Consultoria de Comunicação e Relações Públicas com alguém que desse seguimento a esta estratégia. A par do know-how da Tânia, o facto de percebemos que partilha da mesma visão, em como podemos e devemos trabalhar a comunicação dos nossos clientes, foi determinante para esta aposta. Queremos cada vez mais centrarmo-nos em oferecer estratégias transversais e criativas, que resultem nas melhores experiências e resultados para os clientes».

Nos últimos anos à frente dos destinos da Taylor, agência 360 do Youngnetwork Group, e da operação do mesmo na Colômbia, Tânia Tadeu conta ainda com experiência em agências como Agendasetting e MediaConsulting.

«Todos queremos ver o Grupo crescer, o desafio é mesmo esse. Para isso temos de oferecer o melhor serviço aos clientes, com equipas dinâmicas, flexíveis e com vontade em “espicaçar criativamente” os mesmos. A incorporação do PR digital é um add-on que irá aumentar em muito a nossa abrangência e capacidade de actuação, ao mesmo tempo que irá permitir casar, de um modo cada vez mais natural, todas as áreas do Grupo, que juntas terão a capacidade de implementar estratégias únicas e integradas», afirma a nova diretora geral.

A nova área de Inteligência Digital – I.D. vem precisamente potenciar esta integração, já com os olhos postos no futuro. «A integração data & analytics e tecnologia dá-nos leitura e análise para delinear a estratégia, garantindo ao cliente o desenvolvimento e implementação, mas também o retorno do seu investimento. É por isso que acreditamos que o nosso investimento nesta área é uma aposta destemida e que nos diferencia, sem dúvida, das restantes agências», explica o CEO do Grupo.

O Grupo GCI passa assim a ter capacidade interna para trabalhar qualquer área ou projecto de negócio digital, como por exemplo Web & Mobile development, E-commerce ou CMS (Content Management Systems). Esta oferta abrange também funis de vendas, taxas de conversão, costumer journey, search engine optimization, search engine marketing, paid advertising, entre outros.

«A integração destas duas vertentes é o que potencia o valor apresentado ao cliente. Continua a ser possível o cliente contratar apenas desenvolvimento tecnológico, como um site, uma app, ou contratar só uma campanha de Google Ads , mas o valor acrescentado é ter precisamente uma solução multifacetada», reforça Bruno Batista.

Deste modo, com o lançamento da área de Inteligência Digital – I.D. e já após a criação do Virtual Arena e do Virtual Park, o Grupo GCI assume-se definitivamente como uma empresa de comunicação criativa e tecnológica, perfeitamente consciente do potencial que existe em saber trabalhar a data & analytics e da sua importância para os clientes optimizarem os seus negócios.

Dentro do Grupo, Paulo Frade reforça competências ao assumir a direcção de operações com o objetivo de integrar a estratégia dos clientes e criar valor acrescentado nas sinergias entre todas as valências.

Notícias relacionadas




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fotogaleria