1aa

Integração social e coesão territorial em debate na III Conferência Lusomorango/Católica

Decorre hoje, 7 de Abril, a partir das 16h00, a terceira conferência do ciclo “Visão estratégica para o agroalimentar – Conhecer para decidir, planear para agir”, realizado pela organização de produtores Lusomorango e pelo Centro de Estudos Aplicados da Universidade Católica Portuguesa. Subordinada ao tema “Integração social, renovação geracional e coesão territorial”, esta terceira conferência conta com uma intervenção de Philip Martin, da Universidade da Califórnia, e com a apresentação de um caso de estudo relativo ao Programa de Filantropia da Reiter Affiliated Companies (RAC), por Yissel Barajas, da RAC.

O programa do evento digital inclui também uma mesa-redonda, com Sónia Pereira, alta-comissária para as Migrações, Inês Santos, Relações Externas e Empresariais da Mercadona, Humberto Marques, presidente da Câmara Municipal de Óbidos, e Mercedes Jaffé, directora de Iniciativas Sociais e Ambientais para a Europa e África na Driscoll’s. O habitual comentário final vai ser feito, desta vez, por Telma Guerreiro, deputada da Assembleia da República.

A conferência decorre em formato online e será transmitida na plataforma JE TV, do Jornal Económico, media partner deste ciclo. Em comunicado, a Lusomorango explica que esta conferência vai abordar vários temas: «as oportunidades e desafios da integração de migrantes em espaços rurais, as soluções temporárias e permanentes para habitação de trabalhadores agrícolas e a importância da fixação de populações e de recursos no espaço rural num mundo em urbanização acelerada e o agroalimentar como motor económico do mundo rural»; «as políticas de valorização do espaço rural e a discriminação positiva do mundo rural enquanto contribuinte positivo no combate às alterações climáticas, a política de carbono e a valorização da biodiversidade»; «a responsabilidade social das empresas e o papel do sector agroalimentar na componente social e de solidariedade, a promoção do emprego, do crescimento, da igualdade de género, da inclusão social e do desenvolvimento local nas zonas rurais e, ainda, a capacidade de atracção dos jovens agricultores como factor facilitador para o desenvolvimento das empresas nas zonas rurais».

Este ciclo de conferências é realizado em parceria institucional com a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), PortugalFoods, Portugal Fresh – Associação para a Promoção das Frutas, Legumes e Flores de Portugal, Centro Operativo e Tecnológico Hortofeutícola Nacional (COTHN) e AHSA – Associação dos Horticultores, Fruticultores e Floricultores dos Concelhos de Odemira e Aljezur e com o apoio do Millenium BCP, tendo como objectivo «contribuir com uma visão estratégica global, integrando na reflexão toda a cadeia de valor agroalimentar nas várias perspectivas geográficas». A última conferência deste ciclo tem lugar a 14 de Abril, a partir das 16h00, e será subordinada ao tema “Pacto Europeu, Do prado ao prato”.

Notícias relacionadas




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fotogaleria