mosel-4336787_1280

Prémio de 100 mil euros distingue empresa familiar e sustentável

A Primum Familiae Vini, uma associação de doze famílias europeias que são produtores nas grandes regiões de vinhos do continente, anunciou a instituição do ‘The PFV Prize’ (O Prémio PFV), um prémio anual de 100 mil euros para uma empresa familiar em qualquer ramo de actividade empresarial que demonstre excelência em sustentabilidade, inovação, saber-fazer e na bem-sucedida transmissão de responsabilidade e compromisso, de uma geração para outra.

Segundo a organização, «o vencedor terá a oportunidade de partilhar conhecimento com as doze famílias PFV, todas as quais possuem experiência obtida a pulso na superação de numerosos desafios — por vezes existenciais — durante as suas longas histórias».

Paul Symington, Chairman do PFV, comentou: «Nós na PFV acreditamos que empresas familiares são o substrato das economias regionais e nacionais. As melhores empresas familiares têm um profundo compromisso com o desenvolvimento sustentável e com o ambiente. As empresas familiares devem personificar os melhores valores de responsabilidade social e o lado mais humano da actividade empresarial numa altura em que a globalização e uma pouco saudável uniformização têm-se tornado cada vez mais prevalecentes. Ao anunciarmos este prémio numa altura de crise internacional decorrente da covid-19, estamos a enfatizar a nossa forma de pensar as coisas a longo-prazo e o nosso inerente optimismo face ao futuro — desde que saibamos defender os valores certos.»

«Os doze membros da PFV representam as vozes distintivas e as profundas raízes de artífices das empresas familiares, comprometidas com a qualidade absoluta dos seus vinhos, sendo que todas possuem uma longa história de dedicação às suas respectivas regiões».

A PFV pretende encorajar outras empresas familiares a continuarem o seu desenvolvimento independente e também de provarem que uma empresa familiar pode ser uma ferramenta poderosa para responder aos desafios sociais e ambientais do nosso tempo.

As candidaturas ao Prémio PFV 2020 podem ser efectuadas até 30 de Outubro aqui.

Uma lista de cinco finalistas de empresas familiares será publicada em Janeiro de 2021 e o vencedor do Prémio PFV será anunciado em Março de 2021.

O júri que seleccionará os cinco finalistas e o ‘The PFV Prize’ será constituído por um membro de cada uma das doze famílias:

  • Priscilla Incisa Della Rochetta – Tenuta San Guido, Italy – Fundada 1840
  • Albiera Antinori – Marchesi Antinori, Italy – Fundada 1385
  • Egon Müller – Egon Müller Scharzhof, Germany – Fundada 1797
  • Prince Robert of Luxembourg – Domaine Clarence Dillon, France – Fundada 1935
  • Marc Perrin – Famille Perrin, France – Fundada 1909
  • Paul Symington – Symington Family Estates, Portugal – Fundada 1882
  • Frédéric Drouhin – Maison Joseph Drouhin, France – Fundada 1880
  • Miguel Torres Maczassek – Familia Torres, Spain – Fundada 1870
  • Jean-Frédéric Hugel – Famille Hugel, France – Fundada 1639
  • Pablo Alvarez – Vega Sicilia, Spain – Fundada 1864
  • Philippe Sereys de Rothschild – Baron Philippe de Rothschild, France – Fundada 1853
  • Hubert de Billy – Champagne Pol Roger, France – Fundada 1849

Mais informação aqui.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fotogaleria