Gigaliner Espanha1

Luís Simões reduziu emissões de CO2 em 2019

O operador logístico Luís Simões anunciou que conseguiu reduzir em 1.313 toneladas as suas emissões de CO2 em 2019. Segundo a empresa, isto foi feito através da incorporação de «14 novas iniciativas pensadas para reduzir a sua pegada ecológica», com «medidas transversais que compreendem tanto a área da logística como as actividades de transporte, em Espanha e Portugal», e que permitiram também a «redução de consumo de combustível e electricidade».

Em comunicado, a Luís Simões explica que, na área da logística, «uma das grandes novidades é a aposta na instalação de sistemas inovadores e de eficiência energética», como a instalação de painéis de energia solar para o autoconsumo energético, de sistemas de iluminação LED e de mecanismos centralizados de controlo de temperatura para a climatização de algumas infraestruturas, entre outras medidas. Aqui enquadra-se também a instalação, no Centro de Operações Logísticas de Guadalajara, de «uma câmara de refrigeração com menor volume de emissões de gases de efeito de estufa». Já na vertente do transporte, a empresa refere medidas como «a implementação de camiões frigoríficos com gases refrigerantes com menos emissões de gases de efeito de estufa e sistemas de ecoDriving nos serviços de transporte».

O operador logístico afirma que o resultado «demonstra o compromisso da empresa com a oferta de um modelo logístico e de transporte mais sustentável, que assegure a qualidade do serviço ao cliente, ao mesmo tempo que contribui para a consecução dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável definidos pela Agenda 2030». «O nosso objectivo é convertermo-nos no operador logístico de referência em termos de sustentabilidade, e estamos cada vez mais próximos de o conseguir. Mantendo o nosso foco no cliente, e olhando para a sociedade como um todo, acreditamos num modelo logístico moderno, eficiente e que respeite o meio ambiente», diz Cláudia Simões, coordenadora para a área de Desenvolvimento Sustentável da Luís Simões.

Neste contexto, a empresa anunciou «uma diminuição anual na ordem dos 1,3% das emissões da sua actividade de transporte rodoviário até 2030, suportada pelas tecnologias em utilização». A Luís Simões indica que, para este fim, «está a implementar um conjunto de acções que englobam o trabalho conjunto de diferentes áreas de negócio e dão visibilidade ao alinhamento da empresa com os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas, particularmente o ODS 13 – Acção climática».

Notícias relacionadas




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *



























Newsletter

* campo obrigatório
Ao clicar em "Subscrever" está a concordar que Leu e Aceitou a nossa Política de Privacidade



Fotogaleria