Sovenalogo

Covid-19: Grupo Sovena fornece apoio e produtos

No contexto da pandemia da Covid-19, o Grupo Sovena está a realizar várias acções para « apoiar os profissionais de primeira linha e todas as pessoas, que por se encontrarem em situação de fragilidade, estão também mais expostas às consequências do vírus». A entidade – que produz as marcas Oliveira da Serra e Fula em Portugal, Andorinha no Brasil, Fontasol e Flor de Olivo em Espanha e Olivari nos EUA – está a proceder à entrega de apoio financeiro e de produtos a instituições dentro e fora de Portugal, explica um comunicado.

O Grupo Sovena está a prestar apoio à Rede de Emergência Alimentar – «uma iniciativa estruturada a partir do Banco Alimentar de Portugal que visa levar alimentos a quem deles mais carece» –, através de um donativo monetário e de produto, que é extensível aos bancos alimentares de Sevilha, Cáceres e Jaen, em Espanha. A entidade também vai entregar quatro ventiladores ao Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental, que é composto pelo Hospital S. Francisco de Xavier, pelo Hospital Egas Moniz e pelo Hospital Sta. Cruz. Este grupo doou ainda sabão Clarim em barra à Associação de Hotelaria de Portugal – «que entregará o produto aos hotéis que estão a funcionar em exclusivo no apoio aos profissionais de saúde» –, aos diferentes hospitais de campanha e ainda para o apoio a várias instituições de famílias vulneráveis ou sem abrigo, através da Câmara Municipal de Lisboa.

Segundo Jorge de Melo, CEO da Sovena, a Páscoa «será passada de forma bem diferente daquilo a que estamos habituados» e «é importante que este tempo seja utilizado para alguma reflexão», sendo que afirma acreditar «que de todas as crises e dificuldades devem ser retirados ensinamentos e que quando tudo passar deveremos estar mais fortes e melhor preparados para o futuro». «Fazemos parte de uma cadeia de valor que não pode parar. Somos, enquanto fornecedores de bens essenciais, uma empresa vital para a sociedade. Para além de estarmos focados em cumprir com o compromisso de levar aos consumidores azeite e óleo alimentar e garantir que nada falte a todos os que diariamente utilizam os nossos produtos, estamos também empenhados em minimizar os efeitos da pandemia. Vivemos hoje um contexto único e sentimos que é nosso dever envolvermo-nos ao máximo na protecção de todos aqueles que estão mais fragilizados e a sofrer directamente os efeitos desta crise», conclui.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fotogaleria