Background image close up of test tubes with colored liquid on table in laboratory, copy space

AlgaEnergy desenvolve projecto de I+D+i com a Universidade de Cádiz

A empresa espanhola AlgaEnergy e a Universidade de Cádiz, também de Espanha, têm em curso um projecto para «desenvolver técnicas de fraccionamento e estabilização de substâncias com interesse comercial obtidas a partir da biomassa de microalgas e cianobactérias, através de técnicas sustentáveis e avançadas de alta pressão». Este projecto conta com um financiamento de 100.000 euros, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (Feder).

Segundo a empresa, «as microalgas são uma alternativa sustentável e renovável para a produção de bio-compostos de alto valor acrescentado». Assim, este projecto de I+D+i (investigação + desenvolvimento + inovação) foca-se «na concentração de substâncias que despertaram recentemente interesse comercial devido às suas propriedades biológicas, em diferentes indústrias, como a agricultura, a alimentação, a cosmética e a farmacêutica».

A iniciativa vem juntar-se a outros projectos de I+D+i em que a AlgaEnergy participa e lidera a nível internacional, em conjunto com mais de 150 entidades – universidades, centros de investigação e empresas –, os quais representam um investimento global de «mais de 80 milhões de euros». A AlgaEnergy é uma empresa de base biotecnológica fundada em 2007 pela Iberdrola e pela Yokogawa.

Foto 2_Laboratorio de AlgaEnergy1

Notícias relacionadas




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fotogaleria