citrinos

Organização Mundial dos Citrinos dá os primeiros passos

A Organização Mundial dos Citrinos (World Citrus Organization – WCO), lançada oficialmente no fim de Outubro, na Fruit Attraction 2019, participou a 13 de Novembro na primeira reunião do comité de citrinos do Observatório de Mercado de Frutas e Legumes, criado recentemente pela Comissão Europeia. A WCO reúne representantes do sector citrícola de África do Sul, Argentina, Chile, Espanha, Itália, Marrocos e Peru, visando «facilitar a acção colectiva no sector citrícola, tanto na categoria de frescos como na de processados», refere um comunicado da Associação Europeia de Hortofrutícolas Frescos (Freshfel).

Esta entidade pretende funcionar como «uma plataforma global para o diálogo e acção entre os países produtores de citrinos de todo o Mundo», de forma a permitir que «os países membros possam enfrentar melhor desafios comuns e aproveitar oportunidades para benefício colectivo do sector citrícola». A Organização Mundial dos Citrinos será coordenada e administrada pela Freshfel.

Está agendada uma reunião da WCO na Fruit Logistica 2020, que decorre de 5 a 7 de Fevereiro de 2020 em Berlim, na Alemanha, para definir a sua estrutura e os próximos passos da entidade. A criação da Organização Mundial dos Citrinos foi liderada pela Associação Interprofissional do Limão e Toranja (Ailimpo, de espanha) e pela Associação de Produtores de Citrinos da África Austral (CGA).

A missão da WCO é discutir questões comuns que afectam os países produtores de citrinos, trocar informação sobre produção e tendências de mercado para preparar a próxima década, promover o diálogo sobre questões políticas de interesse comum, identificar e promover projectos de investigação e inovação especificamente para o sector dos citrinos, efectuar a ligação com intervenientes públicos e privados em assuntos relacionados com citrinos para destacar a importância dos produtores de citrinos e a necessidade de uma retribuição justa e promover o consumo global de citrinos. Segundo a Freshfel, outros países que não tiveram a possibilidade de participar na reunião de apresentação da Organização Mundial dos Citrinos realizada durante a Fruit Attraction «também se comprometeram com o projecto» e «os restantes produtores globais estão convidados a fazer parte da organização».

Notícias relacionadas




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *