Pera Rocha Xangai

ANP leva Pêra Rocha do Oeste à FHC – Food & Hotel China

De 12 a 14 de Novembro, a Associação Nacional de Produtores de Pêra Rocha (ANP) vai participar como expositora na FHC – Food & Hotel China, em Xangai, na China, «uma das mais importantes feiras chinesas para exportadores internacionais», explica um comunicado da associação. A ANP vai estar no stand N3H07 deste certame, onde os visitantes vão poder «provar a Pêra Rocha do Oeste e conhecer as suas características diferenciadoras».

Esta estreia da ANP na FHC – Food & Hotel China visa «divulgar a Pêra Rocha do Oeste num mercado estratégico» e «é uma iniciativa fundamental para a internacionalização da Pera Rocha», afirma Domingos dos Santos, presidente da ANP. «A Pêra Rocha do Oeste vai à conquista da China e pretende cativar o consumidor chinês com o seu sabor e a sua qualidade. É um destino de enorme potencial para a Pêra Rocha do Oeste, numa altura em que decorrem negociações entre os governos de Portugal e China e há boas perspectivas de abertura do mercado chinês para receber este fruto. Também recentemente a União Europeia e a China fecharam um acordo histórico, que vai proteger de imitações 100 indicações geográficas europeias, onde se inclui a Pêra Rocha do Oeste.»

A ANP assinala que a China importa 3,8 milhões de toneladas de fruta (2016), com crescimentos médios anuais de 16%, e possui «uma classe média que procura produtos genuínos e de alta qualidade». Esta edição da FHC – Food & Hotel China conta com uma área de 180.000 metros quadrados e com 3.500 expositores, oriundos de 43 países, sendo que a organização espera receber 120.000 visitantes profissionais.

A presença da associação na FHC – Food & Hotel China insere-se no projecto “Promoção da Pêra Rocha nos Mercados Externos”, da ANP, o qual conta com um investimento global de 430.902 euros e inclui acções de promoção e comunicação. O projecto é co-financiado a 85% pelo Compete 2020, no âmbito do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização, através do Feder (Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional). Este projecto visa «aumentar a visibilidade internacional da pêra Rocha e do seu país de origem, Portugal», bem como «contribuir para o aumento das exportações, através do reforço da promoção no exterior e do melhor conhecimento dos mercados-alvo, estimulando a progressão da fileira na cadeia de valor».

Cerca de 60% da produção nacional de Pêra Rocha do Oeste é vendida nos mercados internacionais. Criada em 1993, a ANP, com 29 sócios, representa 86% da produção de pêra Rocha em Portugal.

Notícias relacionadas




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *