Syngenta_AffirmOpti_2

Syngenta apresenta solução para controlo de lepidópteros em fruticultura

O lançamento do Affirm Opti decorreu a 6 de Junho no pólo de Alcobaça do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, com a presença de técnicos de organizações de produtores e da distribuição, oriundos das principais regiões frutícolas do País.

Patrícia Vicente, investigadora do INIAV, enquadrou o tema do evento com uma apresentação sobre as principais pragas das pomóideas e respectivas medidas de protecção dos pomares. Entre outras, destacou o bichado da fruta como praga-chave das pomóideas, presente nos pomares em todo o País, e com tendência para aumento da severidade e da frequência dos ataques, devido às alterações climáticas. «O controlo do bichado da fruta representa 70% do total dos insecticidas utilizados em pomóideas», esclareceu a investigadora, recomendando o uso de armadilhas com feromonas para monitorização da praga e estabelecimento do nível económico de ataque.

O Affirm Opti é um insecticida autorizado para controlo de lepidópteros, nomeadamente, bichado da fruta, lagartas mineiras e traça-pandemis, em pereira e macieira, anársia e traça oriental, em pessegueiro e nectarina, e bichado-das-ameixas.

A Syngenta desenvolveu o Affirm Opti com baixa dose de benzoato de emamectina, a única substância activa do produto, que se destaca pela sua formulação com duas tecnologias inovadoras: Pepite (grânulos dispersíveis em água, que representam maior comodidade e segurança para o utilizador) e Visiq (um escudo que protege as partículas de substância activa dos efeitos de degradação pelos raios UV, para maior persistência de acção do produto). «Graças à sua formulação inovadora, o Affirm Opti não necessita de adição de adjuvantes, resultando também por esta via numa redução da dose de substâncias químicas no pomar. A baixa dosagem do Affirm Opti é fundamental para uma boa gestão dos resíduos na fruta, em linha com as necessidades da cadeia de valor alimentar, e permite aplicações com impacto reduzido na fauna auxiliar», lê-se numa nota de imprensa.

O Affirm Opti actua nas diferentes fases de desenvolvimento dos lepidópteros (ovos, larvas e adultos), mas tem uma acção marcadamente ovo-larvicida. Recomenda-se iniciar os tratamentos antes do início da eclosão dos ovos ou ao pico de voo nas primeiras eclosões de ovos o mais tardar. Estão autorizadas 3 aplicações por campanha, num máximo de 2kg/hectare. O intervalo de segurança do produto é de apenas 7 dias.

Maria do Carmo Pereira, responsável de Marketing da Syngenta para Especialidades e Hortícolas na Península Ibérica, explicou que o lançamento do Affirm Opti ocorre numa conjuntura europeia e nacional de grandes restrições ao uso de substâncias activas para controlo de pragas e doenças em fruteiras: «nos próximos 3 anos teremos um impacto significativo no mercado, com restrições ao uso de diversas substâncias activas (…) os agricultores enfrentam um enorme desafio técnico para controlar eficazmente as pragas e doenças, gerir resistências aos produtos e produzir fruta com o mínimo de resíduos», afirmou a responsável.

Nesta conjuntura de mercado, a Syngenta aposta numa nova aproximação à protecção de culturas, com soluções integradas, que incluem também os bioinsecticidas. Este ano a empresa lançou em Portugal o Costar, um bioinsecticida para controlo de todo o tipo de lagartas em culturas hortícolas, árvores de fruto, brássicas e plantas ornamentais. Está autorizado em mais de 50 culturas agrícolas e é especialmente indicado para utilização em programas de Produção Integrada e Modo de Produção Biológico, sendo compatível com aplicação de insectos auxiliares e com a técnica da confusão sexual.

O Costar é constituído por esporos e cristais proteícos de Bacillus thuringiensis (Bt) da espécie Kurstaki, a mais usada em todo o Mundo no controlo de lagartas. Distingue-se de outros produtos da mesma gama pela sua elevada concentração de Bt. Este bioinsecticida é usado em Espanha com bastante sucesso em culturas hortícolas, nomeadamente no controlo da Tuta absoluta em tomate.

Notícias relacionadas




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *