Inauguração Centro Comunitário de Lavagem de Pulverizadores Cordinhã_Heliosec_Syngenta_ low_2a

Cortinhã recebe centro comunitário de lavagem de pulverizadores

Foi instalado na freguesia de Cortinhã, no concelho de Cantanhede, o Centro de Lavagem de Pulverizadores da Cortinhã, que constitui o primeiro centro comunitário de lavagem de pulverizadores e tratamento de efluentes fitossanitários em Portugal. Esta infraestrutura, que foi inaugurada a 21 de Junho pelo secretário de Estado do Ambiente, João Ataíde, resulta de uma parceria entre a Junta de Freguesia da Cordinhã e a Syngenta e enquadra-se no âmbito do The Good Growth Plan – um programa da Syngenta que visa a sustentabilidade da agricultura.

Segundo a empresa, este centro comunitário «vai servir 250 viticultores da região», os quais «vão receber formação por parte da Syngenta e da Junta de Freguesia da Cordinhã sobre o uso do Centro de Lavagem e sobre boas práticas de utilização de produtos fitofarmacêuticos». A infraestrutura tem por base o sistema Héliosec, que foi oferecido à autarquia pela empresa e que «funciona por desidratação natural através do vento e da temperatura, eliminando definitivamente os restos de calda e as águas residuais de lavagem dos pulverizadores», explica a Syngenta.

Inauguração Centro Comunitário de Lavagem de Pulverizadores Cordinhã_Heliosec_Syngenta_ low 2a

Na ocasião, Felisbela Campos, responsável de assuntos corporativos da Syngenta em Portugal, comentou que «estamos numa zona de grande produção vitivinícola, onde se fazem muitos tratamentos nas vinhas durante a campanha», e que «os agricultores têm necessidade de soluções para gerir de forma correcta o resíduo resultante da lavagem dos seus pulverizadores». Estiveram presentes na inauguração o secretário de Estado do Ambiente, representantes de entidades públicas regionais e os deputados Cristina Jesus e João Gouveia.

Na inauguração, o presidente da Junta de Freguesia da Cordinhã, Pedro Carrana, indicou que este centro comunitário «está preparado neste momento para receber aproximadamente 8.000 litros de efluente, mas está concebido para receber mais módulos de Héliosec e depósitos, podendo ir até aos 20.000 litros». Para o autarca, esta infraestrutura «é um equipamento único no país, que vem dar resposta a três desafios: preservação ambiental, cumprimento da legislação relativa à utilização dos fitofármacos (recolha e tratamento) e apoio aos agricultores».

Inauguração Centro Comunitário de Lavagem de Pulverizadores Cordinhã_Heliosec_Syngenta_ low 3a

Também na inauguração, o secretário de Estado do Ambiente afirmou que este centro comunitário «é um excelente exemplo a acrescer à reconhecida qualidade dos vinhos da Bairrada, é um sinal de que os viticultores da região se preocupam com o ambiente e certamente isto reverterá a vosso favor», tendo ainda acrescentado que espera «que a utilização deste Centro entre nos usos e costumes da actividade vitícola e que seja um exemplo para o futuro». Por sua vez, o presidente da associação ambientalista Quercus, Paulo do Carmo, referiu que esta «é uma grande iniciativa, uma novidade a nível nacional – é a primeira vez que uma autarquia implementa um projecto ligado à produção vinícola que é muito amigo do ambiente e resolve problemas relacionados com a actividade das pessoas» – e que constitui «um exemplo de sustentabilidade e deve ser replicado».

Notícias relacionadas




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *