ovibeja-social

Ovibeja 2019 centrada nas alterações climáticas

Começa amanhã, dia 24, a 36.ª edição da Ovibeja, que se estende até domingo, dia 28 de Abril, e cujo tema central será os impactos dos fenómenos extremos do clima, as suas consequências para a agricultura e o papel dos agricultores como guardiões da biodiversidade.

Apresentação e análise de estudos, colóquios, seminários, sessões de esclarecimento, exposições, são alguns dos figurinos que vão reunir contributos de agricultores, estudantes, técnicos e especialistas nacionais e internacionais para o esclarecimento e tomada de medidas sobre esta matéria da ordem do dia.

A organização do evento, a cargo da ACOS – Associação de Agricultores do Sul, considera que «os homens da terra são o grupo profissional que está na linha da frente para a tomada de medidas que permitam continuar a produzir alimentos e a desenvolver e dinamizar o espaço rural de forma sustentável». E, como acrescentam, o «empenho e o esforço dos agricultores na manutenção e salvaguarda do meio ambiente tem de, necessariamente, ser tido em conta na nova Política Agrícola Comum».

No programa – que debaterá as causas e efeitos das alterações climáticas da produção animal, produção florestal, olival, vinha, pastagens, hortícolas – consta já uma contextualização feita por um destacado investigador português, de renome internacional, Filipe Duarte Santos. Vai falar-se ainda sobre o roteiro para a neutralidade carbónica e, por iniciativa, da CIMBAL – Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo, vai abordar-se o plano intermunicipal de adaptação às alterações climáticas do Baixo Alentejo.

 

Notícias relacionadas




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *