trioza erytreae1

DGAV actualiza zona demarcada da Trioza erytreae

A 15 de Abril, a Direcção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) procedeu à actualização da zona demarcada relativa à praga de quarentena Trioza erytreae. Esta actualização inclui novas freguesias – que integram total ou parcialmente a zona demarcada referente à Trioza erytreae –, nos concelhos de Oliveira de Azeméis (Ossela), Ponte de Lima (Arca; Ponte de Lima), São João da Madeira (São João da Madeira), Alcobaça (Cela), Lourinhã (Miragaia e Marteleira; Santa Bárbara; Vimeiro).

O insecto Trioza erytreae, também designada como psila africana dos citrinos, é vector da bactéria Candidatus Liberibacter africanus, que causa a doença Huanglongbing (conhecida igualmente como Citrus greening). A Trioza erytreae também pode causar estragos directos graves em citrinos e em outros hospedeiros.

O mapa actualizado pode ser consultado aqui. As listas das freguesias podem ser consultadas aqui (totalmente dentro da zona demarcada) e aqui (parcialmente dentro da zona demarcada).

Notícias relacionadas




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *