agricultural-biotechnology

DIVA abre candidaturas para financiamento de projectos

No âmbito do projecto europeu DIVA (Boosting Innovative Digitech Value Chains for Agrofood, Forestry and Environment), está aberta, até 2 de Fevereiro de 2019, a primeira fase de candidaturas para financiamento de soluções tecnológicas nas áreas do agro-alimentar, da floresta e do ambiente. Este financiamento é direccionado para pequenas e médias empresas (PME) de Portugal, Espanha, França, Grécia, Itália e Irlanda, incluindo empresas jovens e startups, «legalmente constituídas e estabelecidas» num destes países.

O projecto DIVA visa «apoiar o desenvolvimento de novas cadeias de valor digitais com aplicações nos sectores agro-alimentar, florestal e ambiental». Os projectos candidatos podem ser individuais ou em consórcio e devem ser liderados por uma empresa.

Vão ser lançadas duas convocatórias para financiar o desenvolvimento de novos produtos e serviços, que representam um orçamento total de cerca de três milhões de euros, financiados pelo programa de investigação e inovação da União Europeia H2020. O financiamento será realizado «através de várias tipologias de vales de inovação», que podem ir até 60.000 euros.

Esta primeira convocatória do concurso vai disponibilizar 1,35 milhões de euros. As tipologias são “Coaching e mentoring” (vales até 10.000 €, para financiar serviços de consultoria e assistência técnica especializada para aceleração do processo de inovação), “Maturação” (vales até 10.000 €, para financiar o amadurecimento tecnológico da PME através de assistência técnica especializada), “Demonstração” (vales de 25.000 a 60.000 €, para financiar a demonstração de soluções inovadoras em ambiente real ou em condições “quase reais”) e “Internacionalização” (vales até 30.000 €, para financiar serviços de consultoria e assistência técnica especializada no processo de internacionalização, bem como a participação em feiras e eventos internacionais).

Segundo Sara Neves, investigadora do Centro para a Inovação, Tecnologia e Empreendedorismo do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (Inesc Tec), o foco do projecto DIVA está em «apoiar o desenvolvimento de novas tecnologias, big data, cloud computing, robótica, inteligência artificial, sistemas ciberfísicos, internet das coisas e componentes digitais/electrónicos e fotónicos, plataformas digitais, porque trazem novas perspectivas de inovação à indústria agrofood, floresta e ambiente». Em Portugal, o projecto é liderado por este centro do Inesc Tec e pela Inovisa. As candidaturas podem ser apresentadas no site do projecto, aqui.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *