Apresentação AIFO_2a

Apresentação pública da interprofissional olivícola de Portugal

Teve lugar a 12 de Dezembro, no Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, em Lisboa, a sessão pública de apresentação da Associação Interprofissional da Fileira Olivícola (AIFO). O foco principal desta entidade é «a promoção nacional e internacional do azeite de Portugal, a par de um forte empenho nos temas relacionados com a informação e regulamentação da fileira do azeite, azeitona e seus derivados».

A sessão de apresentação contou com a presença dos representantes dos principais operadores nacionais deste sector, bem como do ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, e do secretário de Estado da Agricultura, Luís Medeiros Vieira. Na ocasião, o ministro da Agricultura «manifestou total disponibilidade e vontade no apoio à concretização dos objectivos da AIFO, considerando-os fundamentais para o bom desempenho do sector», refere o comunicado.

Apresentação AIFO_1a

 

Esta sessão contou ainda com intervenções de Cláudia Costa, subdirectora geral do Gabinete de Planeamento, Políticas e Administração Geral, organismo do Ministério da Agricultura – sobre o papel das organizações interprofissionais nas fileiras agro-alimentares – e de Teresa Perez, directora geral da Interprofissional do Azeite de Espanha – associação que trabalha há vários anos em prol do desenvolvimento e da promoção dos azeites de Espanha. Na sua intervenção, Teresa Perez «destacou a importância da organização de fileira que, em Espanha e através desta ferramenta do interprofissionalismo, tem como orçamento anual sete milhões de euros para todas as acções de promoção, investigação e desenvolvimento».

No mesmo dia, decorreu a assembleia-geral da AIFO, em que foi apresentado o plano de actividades para 2019, assente em «duas vertentes fundamentais», sublinha um comunicado da AIFO. Por um lado, «o recurso ao PDR 2020 [Programa de Desenvolvimento Rural 2014-2020] para apoio ao financiamento de um Plano de Acção para o Azeite de Portugal». Por outro, «o desenvolvimento de todos os mecanismos formais com vista à concretização de um mecanismo de auto-financiamento pelo próprio sector, legalmente enquadrado pelo Ministério da Agricultura: a denominada extensão de norma, que será uma acção pioneira em Portugal».

A AIFO é uma das quatro associações interprofissionais reconhecidas em Portugal, tendo sido reconhecida formalmente em 2015. Agrega as maiores associações representativas do sector do azeite em Portugal, na área da produção – Confederação de Agricultores de Portugal (CAP), Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas e de Crédito Agrícola de Portugal (Confagri), Confederação Nacional da Agricultura (CNA) e Associação dos Jovens Agricultores de Portugal (AJAP) – e da transformação e comercialização (Confagri e Casa do Azeite – Associação do Azeite de Portugal).

Notícias relacionadas




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *