Vinho Verde

AEP e Pão de Açúcar promovem Vinho Verde no Brasil

Numa acção de promoção de vinho verde de Portugal no mercado brasileiro, realizada em parceria pela Associação Empresarial de Portugal (AEP) e pela cadeia de distribuição brasileira Pão de Açúcar, foram exportadas para o Brasil cerca de 200.000 garrafas de Vinho Verde. Estas garrafas foram fornecidas por 13 produtores portugueses, com um valor total de 460.000 euros, naquela que «constitui a maior exportação registada, de uma só vez, de um tipo de vinho para o mercado brasileiro», refere um comunicado da AEP.

A acção foi organizada pela AEP em parceria com a Opal e a Comissão de Viticultores da Região dos Vinhos Verdes, sendo o resultado do esforço desenvolvido no âmbito do projecto de internacionalização da AEP, “Business on the way” (que se desenvolve no âmbito do Portugal 2020 e Compete 2020, Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização, Eixo II – Projectos conjuntos – Internacionalização), junto de importadores, distribuidores e escanções brasileiros. «Face ao crescente interesse pelo Vinho Verde no Brasil, e que é neste momento transversal a este país continental, entendemos ser de interesse do sector vitivinícola português promovermos uma acção em parceria com uma das maiores cadeias de distribuição deste país, o Pão de Açúcar, que tem mais de 2.000 lojas espalhadas pelo Brasil e que tem uma presença relevante há diversos anos neste mercado», indica o comunicado.

Vinho Verde - formato jpeg1

No âmbito desta acção, foi proporcionada «a prova de Vinhos Verdes portugueses a diversos especialistas do Pão de Açúcar, que durante dois dias comentaram, negociaram e encomendaram». Segundo o presidente da AEP, Paulo Nunes de Almeida, «esta tipologia de ação deve ser replicada no futuro, pelo impacto imediato que tem nas vendas dos produtores nacionais e pela motivação que desperta em todos os agentes económicos».

O presidente da AEP afirma que «é um facto que cada vez mais consumidores brasileiros conhecem os vinhos portugueses» e que, «apesar da carga fiscal elevada, que acaba por penalizar os nossos vinhos face ao Chile ou à Argentina, este é um processo que merece o esforço e empenho da AEP». Em Julho de 2016, a AEP já tinha estabelecido uma parceria com o Pão de Açúcar, no âmbito da qual esta cadeia brasileira de distribuição importou mais de 100.000 garrafas de vinho português, de sete regiões vitivinícolas e de 19 produtores, num negócio avaliado em cerca de 300.000 euros.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fotogaleria