IMG_1990a

Operadores do MARL aderem a plataformas de e-commerce

Segundo a Simab, «alguns operadores de referência» do Mercado Abastecedor da Região de Lisboa (MARL) já aderiram às plataformas de comércio electrónico mercachefe.pt e buyinportugal.pt. Esta adesão surge no âmbito de um acordo recente estabelecido entre a Sociedade Instaladora de Mercados Abastecedores (Simab) e a Buyin.PT, empresa que gere as duas plataformas.

Ambas constituem marketplaces B2B (empresa a empresa), disponíveis «24 horas/sete dias por semana», e permitem que as empresas possam vender produtos a compradores profissionais do canal Horeca e a retalhistas alimentares (caso do mercachefe.pt) ou vender produtos a compradores internacionais (caso do buyinportugal.pt). Estas plataformas estão já disponíveis para os operadores do MARL, bem como, «a breve prazo», para os «operadores de qualquer outro mercado português gerido pela Simab, tal como decorre do protocolo estabelecido entre as duas entidades», refere um comunicado da Simab.

Através da plataforma mercachefe.pt, podem ser proporcionadas várias soluções de entrega, como o levantamento da encomenda no MARL, o uso de viatura própria ou o recurso às transportadoras do marketplace. Neste último caso, seja para transporte refrigerado ou não, antes de finalizar a compra o utilizador pode visualizar as várias transportadoras e os respectivos preços e tempo de entrega. O comunicado da Simab indica que «a logística compartilhada e as tarifas resultam de uma parceria com diversos operadores do MARL».

Estas plataformas possuem várias opções de pesquisa: perfil do vendedor, palavras-chave, categoria ou subcategoria de produto, fornecedores habituais, promoções, lista de compras, produtos favoritos, re-encomenda. Os compradores pagam através do serviço Multibanco pela Buyin.PT ou por transferência bancária, sendo o pagamento aos vendedores do MARL «efectuado semanalmente».

Para Rui Paulo Figueiredo, CEO do grupo Simab, a adesão a estas plataformas on-line constitui «um passo importante no processo de digitalização dos operadores do MARL». Também proporciona um «serviço digital acrescido para os actuais clientes», além de abrir «a oferta do MARL a uma nova clientela em Portugal, mas igualmente em todo o Mundo».

Entre os aderentes, do sector hortofrutícola figuram empresas como Eporifrutas, Frutorbel, FruFresh ou Joia do Campo, refere o CEO da Buyin.PT. Ricardo Wallis destaca ainda algumas vantagens destes suportes electrónicos: a «permanente disponibilidade» de stock; uma «organização logística bem estruturada para todos os tipos de expedição»; a «experiência acumulada».

Notícias relacionadas




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *