IMG_2946aa

Estenfiliose da pêra Rocha (parte II)

Na sequência do trabalho publicado sobre estenfiliose no número anterior desta revista (edição 173 de Março de 2017), prosseguimos com a descrição dos resultados apurados para as seguintes questões, formuladas na tese de mestrado:

  1. Há influência do histórico do pomar?
  2. Há influência de mobilização do solo versus enrelvamento?

Finalmente, apresenta- se um programa inovador de estratégia integrada de protecção para a estenfiliose.

Artigo de T. Comporta, P. Reis, M. Mota C. Oliveira e C. Rego, LEAF – Centro de Investigação em Agronomia, Alimentos, Ambiente e Paisagem, Instituto Superior de Agronomia, Universidade de Lisboa, Tapada da Ajuda, Lisboa

Publicado na edição número 174. Ler

Notícias relacionadas




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *