img_2080

Mercado interno foi determinante para o crescimento da agricultura entre 2011 e 2016

«O mercado interno tem determinado a evolução do volume de negócios no sector agrícola.» A conclusão foi publicada na “Análise do sector agrícola 2011 – 2016”, a 30 de Novembro de 2016, pelo Banco de Portugal.

O mesmo documento pormenoriza que o «sector exportador compreendia 6% das empresas, 29% das pessoas ao serviço e 35% do volume de negócios das empresas» agrícolas em 2015. Em 2012 e em 2013, o mercado externo teve um contributo superior ao do mercado interno para o volume de negócios.

Quanto à estrutura das empresas, a análise do Banco de Portugal mostra que o sector era maioritariamente constituído por microempresas (85%). Contudo, as PME (pequenas e médias empresas), que representavam 15% das empresas no sector, eram responsáveis por 53% do volume de negócios e por 57% do número de pessoas ao serviço.

Quando comparado com o total das empresas, o sector agrícola apresentou alguns resultados positivos. A rendibilidade dos capitais próprios foi superior à do total das empresas, tendo crescido dois pontos percentuais em 2015 relação ao ano anterior. Ou seja, estas empresas tornaram-se mais rentáveis.

Além disso, «por cada empresa do sector que cessou actividade, foram criadas 1,7 novas empresas, situando-se o rácio de natalidade/mortalidade 0,5 pontos percentuais acima do valor total das empresas».




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *