olive oil

Produção de azeite regista quebra acentuada em França

A Associação Francesa Interprofissional do Azeite (Afidol, na sigla francesa) anunciou recentemente uma descida entre os 10% e os 25% na produção do “ouro líquido”, na campanha de 2014-2015. O ataque da mosca da oliveira, que se espalhou pelas árvores francesas, foi a principal causa apontada pela Associação.

As zonas da Provença, Alpes e Côte d’Azur, no sul de França, foram as mais afectadas registando perdas na ordem dos 69%. No período de 2014-2015, a região produziu 1.031 toneladas de azeite, ao passo que, em 2013-2014, a colheita resultou em 3.346 t.

Para tentar colmatar estas perdas a Afidol negociou alguns apoios com o Ministério da Agricultura. Alexandra Paris, da Associação, adiantou que estão a ser procuradas «soluções para ajudar os produtores e lagares a sobreviver a este ano difícil». ´

O Ministério deverá auxiliar os produtores em questões de pagamentos, impostos e empréstimos. Para além disso, serão ainda estabelecidas medidas de controlo de pragas para prevenir que a situação se repita no futuro.

O Agrimer (instituto francês que se foca na agricultura e produtos marítimos) constatou que o ataque da mosca da oliveira foi potenciado pelo Outono e Inverno amenos e o Verão fresco.

Em circunstâncias normais a produção de azeite em França pode chegar às 5.000 t.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *